Últimas Publicações:

30/08/2021 - Língua Inglesa

SQ3R

HELLO, TEACHERS! How have you been? I hope you are good! Espero que esteja tudo bem, queridos professores. Estudando e trabalhando muito por aqui, em busca de estratégias, abordagens, metodologias, sugestões, brincadei...

30/08/2021 - Língua Inglesa

SQ3R

HELLO, TEACHERS!

How have you been? I hope you are good!

Espero que esteja tudo bem, queridos professores. Estudando e trabalhando muito por aqui, em busca de estratégias, abordagens, metodologias, sugestões, brincadeiras, tudo que venha a facilitar a aprendizagem do aluno em sala de aula.

Você sabe o que significa a sigla SQ3R?

É um método ou uma estratégia para leitura que pode muito bem ser utilizada com os alunos do fundamental, especialmente nos anos finais. Quando vamos iniciar o trabalho com um gênero textual novo, especialmente  em nosso material, existem três fases que compreendem a leitura: before you read (atividade antes do texto), to read and understand (o texto a ser lido) e after you read (após o texto). Além de todo esse preparo para a leitura do texto, sempre consideramos as habilidades da BNCC a serem abordadas em cada capítulo, que abordam algumas estratégias de apropriação do texto. Existem ainda outras técnicas e formas de iniciar a leitura de um texto em língua estrangeira. Uma delas é a SQ3R.

Por definição do dicionário Linguee.com:

SQ3R:  is a reading comprehension method named for its five steps: survey, question, read, recite, and review.

SQRRR é um método de compreensão leitora nomeado de acordo com seus cinco passos: pesquisar, perguntar, ler, recitar e revisar.

Vamos considerar cada etapa?

  1. SURVEY – essa é a primeira leitura, uma leitura rápida, que também conhecemos por skimming. Nesse momento é interessante observar título e imagens, palavras que se repetem no texto, primeira e última frases e fonte.
  2. QUESTION – Nessa fase iremos fazer perguntas ao texto: what, where, when, who and how.
  3. READ – é a leitura do texto, procuramos responder às perguntas que foram levantadas na fase anterior.
  4. RECITE – aqui, contamos o texto com nossas próprias palavras, em voz alta.
  5. REVIEW – Nessa fase, recapitulamos e fazemos anotações.

 

Orientando os alunos a percorrer essas etapas, desenvolvemos estratégias para a melhor compreensão do texto por parte do aluno. É fundamental mostrar que alguns passos podem auxiliar a compreensão de um texto e que isso vai além da tradução. Existem outras estratégias, mas quanto mais possibilidades os alunos conhecerem para revisar, questionar, analisar, resumir, melhor.

Um abraço,

Assessoria de Língua Inglesa

Deixe o seu comentário!

18/03/2021 - Ciências

O que uma ostra e um...

Olá a todos(as), tudo bem? Assim como nós que enfrentamos há mais de um ano o isolamento social e a quebra na regularidade das nossas atividades cotidianas, as crianças também têm sofrido com a falta das aulas pres...

18/03/2021 - Ciências

O que uma ostra e uma borboleta podem nos dizer sobre a saúde mental das crianças no isolamento?

Olá a todos(as), tudo bem?

Assim como nós que enfrentamos há mais de um ano o isolamento social e a quebra na regularidade das nossas atividades cotidianas, as crianças também têm sofrido com a falta das aulas presenciais, interação com os colegas e professores, e demais mudanças causadas em sua rotina pela pandemia da Covid-19.

Diversas pesquisas e estudos que tem sido realizadas apontam alterações no nível de ansiedade, sintomas de depressão, aumento da timidez, agressividade, irritação, impaciência e insônia, como alguns dos transtornos mentais que podem ser causados e/ou agravados pelo longo período de isolamento ou contato social reduzido. Bem como, infelizmente, um aumento dos casos de violência doméstica.

Como educadores sabemos da importância das relações sociais desenvolvidas no ambiente escolar, do quanto a interação entre as crianças é importante para o aprendizado e o seu desenvolvimento cognitivo. Mas, o que pode ser feito para auxiliar nossos alunos neste momento difícil pelo qual passamos? Você já ouviu falar na sigla EMDR?

A EMDR é uma terapia, fundamentada na Psicologia que busca trabalhar as dificuldades que enfrentamos quando expostos a estímulos/ações negativos ao redor, traduzida do inglês significa algo como Dessensibilização e reprocessamento do movimento ocular.

“Quando coisas ruins acontecem, o cérebro tem dificuldade em juntar todas as peças e, como resultado, coisas que as pessoas dizem ou fazem ou coisas que as crianças veem, ouvem, cheiram ou tocam podem trazer à tona as memórias ruins, os pensamentos confusos, sentimentos e sensações corporais ligados a essas coisas ruins. O EMDR ajuda o cérebro a juntar todas as peças para que as coisas ruins possam nos deixar e as coisas boas ou as coisas que aprendemos com elas podem ficar para que fiquemos mais fortes. Então, o cérebro pode mastigar e digerir todos os sentimentos e pensamentos confusos, bem como os sentimentos ruins que possamos ter no corpo.” (Ana Gomez)

A terapeuta Ana Gomez, propõe então, um trabalho para ser desenvolvido com as crianças, em virtude deste período de isolamento, por meio da leitura e desenvolvimento de atividades de um livro infantil intitulado “A história da Ostra e da Borboleta: O Coronavírus e eu.”.    

Este livro escrito por Ana Gomez foi traduzido o português e outros 19 idiomas e faz parte de um dos materiais que foram desenvolvidos por meio da força tarefa mundiais para cuidar de crianças nesse período de enfrentamento ao Coronavírus. A pedido da autora, o livro não deve ser vendido nem foi impresso por nenhuma editora, está disponível em formato digital e pode ser baixado de forma gratuita diretamente no site da autora. O objetivo é fazer a divulgação da obra junto a escolas para que possa fazer a diferença no enfrentamento do momento difícil pelo qual estamos passando, especialmente muitas crianças que enfrentam dificuldades em casa como violência doméstica, perdas familiares, dificuldades econômicas entre outras que estão sendo evidenciadas neste tempo.

Que tal aproveitar o momento para ajudar nossos alunos com outras dificuldades além dos conteúdos escolares?   Para saber mais sobre EMDR, baixar o livro indicado e/ou conhecer mais sobre o trabalho da autora, acesse o site pessoal da terapeuta Ana Gomez e conheça suas outras obras em https://www.anagomez.org/

Até mais!

Assessoria de Ciências da Natureza.

Deixe o seu comentário!

11/02/2021 - Ciências

11 de fevereiro: Dia...

Olá professores(as)! Tudo bem? Entre 10 e 11 de fevereiro de 2015, a ONU e a RASIT (Royal Academy of Science International), uma ONG que promove a educação de jovens para a Ciência realizaram um fórum sobre desenvol...

11/02/2021 - Ciências

11 de fevereiro: Dia Internacional das mulheres na Ciência.

Olá professores(as)!

Tudo bem?

Entre 10 e 11 de fevereiro de 2015, a ONU e a RASIT (Royal Academy of Science International), uma ONG que promove a educação de jovens para a Ciência realizaram um fórum sobre desenvolvimento e saúde feminina na sede da ONU em Nova York. Durante o evento foi criada uma declaração alertando a comunidade científica e a população em geral sobre as desigualdades que afetam as cientistas em relação a sua produção, oportunidades e financiamento para pesquisa, mercado de trabalho, e salário em relação aos cientistas homens que desempenham as mesmas funções.

Desde então, o dia 11 de fevereiro, passou a ser conhecido como “Dia Internacional das mulheres na Ciência”, data na qual estes e outros temas são lembrados e debatidos para que esta desigualdade de gênero não se perpetue e possa ser denunciada, buscando sempre a equidade entre os pesquisadores e as pesquisadoras que fazem com que a Ciência evolua e atenda a um número cada vez maior de pessoas.

Para comemorar esta data, escolhi indicar três livros que abordam o papel das mulheres na Ciência e a importância das suas pesquisas para o desenvolvimento da sociedade, abaixo seguem breves sinopses sobre os livros indicados.

“As Cientistas: 50 mulheres que mudaram o mundo” escrito e ilustrado por Rachel Ignotofsky é uma maneira didática e divertida para conhecer um pouco mais sobre algumas mulheres que contribuíram de alguma forma para a ciência, sendo retratadas desde químicas e físicas até astronautas, paleontólogas e muitas outras cientistas das mais diversas áreas.

Além disso, o livro conta com lindas ilustrações, que acabam por tornar a leitura mais dinâmica e interessante, principalmente para as crianças.

O livro traz também infográficos que mostram a variedade dos equipamentos de laboratório, índices de mulheres que trabalham com ciência atualmente e um glossário de termos científicos.

Outro fator de grande importância é que mostrar as mulheres em papéis tão importantes e envolvendo a área da Ciência, que sempre foi dominada pelos homens, acaba incentivando e mostrando para as meninas que elas podem e devem ocupar todos os lugares que tiverem vontade e curiosidade.

O livro “Extraordinárias – mulheres que revolucionaram o Brasil”, escrito por Aryane Cararo e Duda Porto de Souza, apresenta além das cientistas brasileiras, nomes da arte, política, moda, esportes, entre outras profissões que foram revolucionárias em suas atividades e assim contribuíram para o desenvolvimento nacional. O texto apresenta a grande diversidade feminina brasileira, sem levar em conta etnias e religiões, o que nem sempre encontramos em outras obras, importante para mostrar a força feminina na luta pela igualdade e na defesa dos seus ideais.

Por fim, indico “A visita de Marie Curie ao Brasil”, dos autores João Pedro Braga e Cássius Klay Nascimento, publicação da Editora Livraria da Física, livro muito detalhado, os autores utilizam arquivos do noticiário da época, em um trabalho de pesquisa histórica e científica bastante rigorosa para descrever o período entre os dias 15 de julho e 28 de agosto de 1926 em que Marie Curie visita o Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Além de relatar a importância desta visita para a Ciência brasileira o livro traz uma mini biografia da ganhadora de dois prêmios Nobel.

Espero que gostem das indicações e explorem todas as possibilidades de abordagem dos conteúdos indicados nas suas  aulas de Ciências, agradeço ainda a @livrosvorazes pelas dicas e ajuda na sinopse de As Cientistas.

Bom retorno e viva a Ciência!

Marco Aurelio P. Bueno

Assessoria de Ciências da Natureza.

 

 

Deixe o seu comentário!

04/11/2020 - Língua Portuguesa

Ideias para explorar...

Professores, como vocês estão? Hoje vamos trazer uma sugestão para trabalhar com Literatura – mais especificamente, para pensar como envolver nossos alunos na leitura de livros de Literatura, como usar estratég...

04/11/2020 - Língua Portuguesa

Ideias para explorar a Literatura

Professores, como vocês estão? Hoje vamos trazer uma sugestão para trabalhar com Literatura – mais especificamente, para pensar como envolver nossos alunos na leitura de livros de Literatura, como usar estratégias diversificadas de leitura e, também, o que mais pode ser explorado a partir da leitura de um livro.

Para isso, pensamos em algumas etapas importantes:

  • Pré-Leitura: Com o objetivo de motivar, aguçar a curiosidade, despertar o interesse do aluno.
  • Leitura: Com estratégias diferenciadas e diversificadas para envolver o aluno na leitura.
  • Pós-leitura: Para debater a compreensão, aprofundar, ampliar e construir outras relações.

E juntamos algumas ideias para cada uma dessas etapas em um documento único (para ficar mais fácil para vocês poderem baixar e guardar este material). Clique aqui para baixar o arquivo com as sugestões: https://drive.google.com/file/d/1xP9Ue9hVtIzxz0p33OZOCtqkF1sxz-6M/view?usp=sharing

 

As ideias podem ser aproveitadas (e adaptadas) para diversos livros de Literatura e para diferentes faixas etárias. Deem uma olhada com atenção e divirtam-se!

Depois, aproveitem e deixem aqui seus comentários, inclusive compartilhando mais sugestões possíveis para envolver os alunos no mundo da leitura literária!

Até breve!

Assessoria de Língua Portuguesa

linguaportuguesa@aprendebrasil.com.br

Deixe o seu comentário!

07/09/2020 - Língua Inglesa

Station Rotation, o ...

Hello, everybody! Você já ouviu falar de Station Rotation ou Rotação por Estações? Essa é uma metodologia ativa, uma forma de promover a interação em sala de aula e desenvolver ao mesmo tempo a autonomia do alun...

07/09/2020 - Língua Inglesa

Station Rotation, o que é? Sugestão com tema Fairy Tales

Hello, everybody!

Você já ouviu falar de Station Rotation ou Rotação por Estações?

Essa é uma metodologia ativa, uma forma de promover a interação em sala de aula e desenvolver ao mesmo tempo a autonomia do aluno e o trabalho em grupo. Com essa estratégia, tarefas são propostas para que sejam desenvolvidas pelas equipes em um tempo curto, em torno de 10 a 15 minutos. Então o professor planeja 4 atividades e distribui em 4 espaços pelos quais as equipes irão transitar. Dado o sinal, a equipe tem 10 minutos para realizar a tarefa proposta. Ao término do tempo, as equipes rotacionam, realizando a próxima atividade. E assim continuam até percorrer todo o percurso.

Essa estratégia dinamiza a aula, lembrando um pouco a ideia dos jogos online, nas quais o aluno precisa cumprir uma tarefa em um determinado tempo para passar para a próxima fase.  Logo, estamos gamificando a aula, quando apresentamos aos alunos essa proposta.

Na Formação Digital do Sistema de Ensino Aprende Brasil, no curso A BNCC está aí. And now What? Caminhos para o Ensino de Língua Inglesa, trabalhamos com muitos professores estudando e desenvolvendo essa proposta. Apresento hoje um exemplo para o 4 ano.

A professora Karoline Aparecida de Oliveira Ribas do Município de São Lourenço do Oeste, SC, desenvolveu o tema FAIRY TALES, relacionado ao volume 2 do 4 ano.

Em primeiro lugar, as estações foram divididas por cores YELLOW, BLUE, RED, PINK. Vale lembrar que é muito importante que exista um momento de apresentação das atividades, antes que as equipes iniciem o percurso de rotação.

Os objetivos dessa atividade são

  1. Apresentar aos alunos o vocabulário referente às características físicas das pessoas ou de alguns lugares que possam aparecer como cenários de contos de fadas.
  2. Trabalhar alguns contos de fadas em língua inglesa.
  3. Promover a interação social em um ambiente seguro e propício ao desenvolvimento de pequenos diálogos e brincadeiras.

 

O material necessário para a atividade é:

Livro Didático Aprende Brasil – Volume 2 – Língua Inglesa, 4 mesas grandes ou médias, projetor, notebook da professora, alguns livros com contos de fadas em língua inglesa, tablets com livros virtuais e interativos, papel a4, lápis de cor, fantasias diversas, caixa de som.

Introdução: Juntar todos os alunos e explicar a eles um panorama geral da atividade, apresentar o tema Fairy Tales e orientar para que eles desenvolvam suas atividades em grupos de quatro integrantes e que depois os grupos circulem pelas estações (que serão divididas por cores) para que todos possam ter as mesmas oportunidades. Nesse momento utilizaremos o livro didático Aprende Brasil volume 2, na parte de Língua Inglesa páginas 2 e 3.

 

The Yellow Station – Mesa com Livros e Tablets   

tarefa: cards / reading / writing

Na estação amarela ocorrerá a leitura dos contos em inglês, talvez eles não consigam entender tudo de início, mas estarão se familiarizando com a língua por meio das palavras e imagens, os alunos poderão escolher os contos de fadas de sua preferência dentre os que estarão disponíveis.

SUGESTÃO: cards      

  

É interessante incluir os contos citados no livro didático, Sleeping Beauty and The Three Little Pigs, acrescentando 2 ou 3, como Jack and the BeanStalk, Snow White, Red Riding Hood, Cinderella. Os alunos devem completar o card com informações sobre o conto (nome, quem, o que, onde, gosto ou não e porquê).

The Blue Station – Fantasias e brincadeiras

tarefa: selfies / game / vocabulary

Na estação azul os alunos encontrarão flashcards com as características das personagens, ou seja (ugly, strong, beautiful, big, weak, bad, etc…) eles escolhem uma fantasia para vestir e poderão brincam com jogo da memória, no qual encontram personagem, nome e adjetivo correspondente.

SUGESTÃO:      selfies

 Os alunos deverão tirar duas selfies com a fantasia e o card com o adjetivo como proposta de tarefa a cumprir na estação. Ao final do percurso, ou na próxima aula, expor para os alunos as selfies em um mural, virtual ou presencial.

The Red Station – Montagem do Livrinho do Material de Apoio

Tarefa: booklet / material de apoio / listening

Na estação vermelha os alunos assistirão ao vídeo em que a professora explica como montar o livrinho “The Three Little Pigs” e também conta a historinha, depois eles mesmos montarão seus próprios livrinhos assistindo ao vídeo novamente e pausando se necessário.

The Pink Station – Teatro

Tarefa: role-play / vídeo / speaking

Na estação rosa os alunos receberão um personagem por meio de um sorteio, eles colocarão a mão em um saco ou caixa de tnt e retirarão um personagem que deverão interpretar na historinha The Three Little Pigs, eles poderão praticar as falas que estarão escritas e também gravadas.

SUGESTÃO: vídeos

Os alunos irão filmar o teatro do qual farão parte. Para envio em um grupo de what’s criado para essa atividade. Ou fica gravado no celular do professor e todos assistem aos vídeos na próxima aula. Pode ser feita votação para a melhor performance.

Por meio dessa estratégia conseguimos envolver os alunos em atividades desafiadoras e divertidas, que trabalham com outras linguagens como visual e digital, performance, trabalho em grupo, criatividade, enfim.

Vale à pena arriscar e tornar a aula mais dinâmica! A rotação por estações permite que os alunos se envolvam nas atividades de maneira ativa, criativa, fazendo escolhas.

Try it! Create! Enjoy!

Cassiana Beghetto

Assessoria de Língua Inglesa

Deixe o seu comentário!

  • Dear Karoline, the activity is very interesting and meaningful! Congratulations! I’m proud of you.
    Would you like to present it in our GT in the coming webseminar “Língua, Literatura e Ensino” of PPGL-UTFPR. It will be on October 5th to 9th? Hope you like the idea and contact us.
    Again, congratualtions!

20/08/2020 - História

Interpretando Docume...

Olá Professoras e Professores   Hoje queremos compartilhar uma dica de fonte histórica para usarmos em sala de aula, especificamente para professores do Ensino Fundamental Anos Finais. Como todo professor de hist...

20/08/2020 - História

Interpretando Documentos: Povos Bárbaros

Olá Professoras e Professores

 

Hoje queremos compartilhar uma dica de fonte histórica para usarmos em sala de aula, especificamente para professores do Ensino Fundamental Anos Finais.

Como todo professor de história sabe as fontes são fundamentais para o desenvolvimento do conhecimento históricos. É por isso que no seu material didático existe a seção Interpretando Documentos.

Nessa seção, são contempladas atividades de interpretação de documentos, como imagens, mapas, fotografias, obras de arte, charges, histórias em quadrinhos, caricaturas, textos jornalísticos e literários, etc., além de outros documentos relacionados aos conteúdos estudados.

Livro de História, Volume 2, 6o. ano, página 30.

 

Pensando no conteúdo estudado no Livro de História, Volume 2, do 6º. ano compartilhamos a obra historiador romano Tácito, que viveu entre o primeiro e o segundo século.

 

Clique no ícone do PDF para acessar o documento:

 

 

Você pode compartilhar este documento com seus alunos e desenvolver as mais diversas atividades de interpretação.

Esse documento é uma dica do professor Rodrigo Pereira de Matos, da cidade de Torres-RS, ele compartilhou conosco essa fonte primária para o estudo dos povos bárbaros germânicos.

 

Você também quer compartilhar materiais e experiências conosco? Entre em contato.

 

 

Equipe Assessoria de História

 

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!