Últimas Publicações:

23/02/2022 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS – C...

[…] SOMOS TIPO PASSARINHOS SOLTOS A VOAR DISPOSTOS A ACHAR UM NINHO NEM QUE SEJA NO PEITO UM DO OUTRO Emicida Olá professor (a)! Aperte o cinto para uma viagem brincante na nova coleção de Educação Infantil do...

23/02/2022 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS – COMPANHEIROS DE AVENTURAS

[…] SOMOS TIPO PASSARINHOS SOLTOS A VOAR DISPOSTOS

A ACHAR UM NINHO NEM QUE SEJA NO PEITO UM DO OUTRO

Emicida

Olá professor (a)!

Aperte o cinto para uma viagem brincante na nova coleção de Educação Infantil do Sistema de Ensino Aprende Brasil. Você vai notar que foi utilizado a metáfora do voo no projeto gráfico, na concepção pedagógica, na linguagem e na organização das propostas. Essa escolha foi feita para traduzir a criação de um material aberto, flexível, fluído, brincante, interativo, instigante e que potencializa a autoria e o (re) planejamento docente. Por isso, afirmamos o nosso compromisso com voos significativos, que respeitem e valorizem o tempo de ser criança.

A legislação atual e outros estudos, apontam para a necessidade de devolver a infância do encantamento às crianças, pois essa fase do desenvolvimento humano precisa estar repleta de experimentações, descobertas, aprendizagens e desenvolvimento. Uma infância potente, capaz de criar memórias afetivas, impactar no desenvolvimento por meio de experiências significativas, alargar repertórios e proporcionar descobertas focadas na curiosidade do hoje, nos interesses das crianças no agora, e não no porvir, no que elas serão quando adultas. A infância é época de fortalecer as asas e encorajar o voo.

Vamos conhecer nossos companheiros de aventuras?

QUERO-QUERO:

Crianças de 3 anos têm a coordenação motora ampla em pleno desenvolvimento e gostam de correr, pular, girar e escalar. A fala está evoluindo com uma fantástica ampliação do vocabulário. E sua imaginação com elaboração de narrativas criativas e brincadeiras simbólicas, em que pessoas, objetos e situações fabulosamente se transformam. Como os quero-queros, são territorialistas, ainda estão aprendendo a partilhar e emprestar, característica compreensível levando em conta o egocentrismo.

 

 

CURIÓ:

 

Os pequenos de 4 anos, assim como os curiós, são habilidosos nas suas ações. Eles se interessam pelo desenho representativo, pelas letras, pelos números, pelos jogos, pelo corpo humano, pelos animais… Criativos, imaginativos, ativos, autônomos. Precisamos dar visibilidade à curiosidade, à experimentação e à criatividade no processo educativo.

 

 

BEM-TE-VI

 

Assim como os bem-te-vis, a maioria das crianças de 5 anos se adapta com facilidade ao meio, passando mais tempo longe dos familiares de referência. Tem uma capacidade adaptativa, suas hipóteses são mirabolantes, seus pensamentos estratégicos e seus interesses cada vez mais complexos, e mesmo sendo “crianças grandes” da Educação Infantil, precisamos continuar a vê-las como crianças. Resguardar ao “bem-ver” para as potencialidades das crianças, não antecipando práticas e nem processos.

 

Acesse o canal do Aprende Brasil no Youtube, no link https://youtu.be/G5Lj-u1UOFk e ouça as músicas criadas para cada companheiro de aventura, você e as crianças irão se divertir!

As crianças precisam embarcar em um voo permeado pela descoberta, experimentação, brincadeira, alegria e interação. Não só o destino – a aprendizagem final – deve importar, mas todo o trajeto precisa ser especial, permitindo reajustes de rotas, replanejamentos, personalizações, pausas para contemplações, voltas para o ninho no acolhimento de um colinho, encontros encorajadores para voos conjuntos.

Verdadeiras revoadas brincantes!

Um ótimo trabalho!

E aí, professor, o que achou da nova coleção?

Comente e compartilhe com a gente.

 

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Se desejar falar conosco, envie e-mail para: edinfantil@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

 

 

 

Deixe o seu comentário!

26/03/2021 - Educação Infantil

Baú de Ideias ̵...

Olá professor (a)! Aprender brincando e brincar aprendendo! As brincadeiras são peças fundamentais na Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento físic...

26/03/2021 - Educação Infantil

Baú de Ideias – Brincar com crianças pequenas

Olá professor (a)!

Aprender brincando e brincar aprendendo!

As brincadeiras são peças fundamentais na Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento físico, social, cultural, emocional, afetivo e cognitivo. O brincar e o jogar são momentos sagrados na vida de uma criança. É com essa prática que as crianças ampliam seus conhecimentos sobre si mesmas, os outros e o mundo ao seu redor, desenvolvem múltiplas linguagens, exploram e manipulam objetos, organizam seus pensamentos, descobrem regras e agem com as regras, assumem papel de líderes e interagem com outras crianças, preparando-se para um mundo socializado.

Por falar em brincar, que tal propor uma para as crianças?

Empresta-me sua casinha

Material: giz de quadro ou se a escola tiver, bambolês.

Desenvolvimento: trace com giz no chão pequenos círculos (um círculo a menos que  o número de participantes) e um círculo central ou distribua os bambolês da mesma forma.

Cada círculo será ocupado por uma criança, a que não tem casa diz:

– Empresta-me sua casinha?

As outras respondem:

– Pois não!

Nesse momento, todas deverão trocar de lugar, enquanto a criança no centro procurará ocupar um dos círculos vagos. Se conseguir, será substituída pela criança que ficar sem lugar. Caso contrário, voltará ao círculo central para recomeçar a brincadeira.

E aí, professor, o que achou dessa nossa sugestão?

E você, como trabalha essa brincadeira com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Se desejar falar conosco, envie e-mail para: edinfantil@aprendebrasil.com
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Deixe o seu comentário!

  • Muito legal, semelhante a brincadeira do “coelhinho sai da toca”, brinquei muito na infância.

    • Que bacana, professora!
      E como essas brincadeiras são divertidas e ricas em aprendizados, não é?
      Um abraço,
      Adrianna

    • Que bacana, professora!
      E como essas brincadeiras são divertidas e ricas em aprendizados, não é?
      Abraço!
      Adrianna

21/09/2020 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS ̵...

Vamos continuar a contar histórias? Essa atividade é muito gostosa, nos leva a mundos divertidos. A dica de hoje para leitura é: A cesta de Dona Maricota – Tatiana Belinky. Sugestão de livro para trabalhar no Livro...

21/09/2020 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS – LER HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS PEQUENAS

Vamos continuar a contar histórias? Essa atividade é muito gostosa, nos leva a mundos divertidos.

A dica de hoje para leitura é: A cesta de Dona Maricota – Tatiana Belinky.

Sugestão de livro para trabalhar no Livro do Grupo 4 do Aprende Brasil:

Aluno – pág. 7 – Vol. 3 – Unidade 6 – Um passeio pelo sítio!

Professor – pág. 11 a 13 – Vol. 3 – Unidade 6 – Um passeio pelo sítio!

Nesse livro, autora utiliza versos nos quais os alimentos contam as vantagens de comer verduras, frutas e legumes.

Sugestões de atividades:

  1. Ler ou contar a história (caso não tenha o livro, segue link): https://pt.slideshare.net/CamilaRibeiro35/a-cesta-de-dona-maricota-28474072
  2. Trabalhar com as crianças as rimas que aparecem no livro, para isso professor (a), escreva a história em papel bobina ou Kraft em letra caixa alta e faça com as crianças, a leitura apontada, ressaltando as palavras que rimam.
  3. Outra sugestão, é quando fizer o texto da história, no lugar de algumas palavras, você colocar a figura, e quando perguntar para a criança o que é, você tira a figura e coloca a palavra. Começa a dar noção para a criança de leitura de texto, de cima para baixo e da esquerda para a direita.
  4. Segue uma sugestão de material que você pode produzir para contar a história, usando diferentes materiais.

5. Também pode cantar essa música, colocando uma melodia de uma música já existente (sugestão: Sou coelhinho):

E você, como trabalha leitura com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

 

Deixe o seu comentário!

  • As famílias que não tem acesso a livros, podem contar historias com os próprios legumes que tem na geladeira. Incentivando os alunos a comer melhor.

    • Boa ideia Aparecida, usar recursos que tenham em casa para trabalhar as histórias. Logo teremos novidades. Abraço.

    • Como é rico, não é mesmo Eliene?! Aprendizado, diversão e saúde…
      Um abraço,
      Assessoria da Educação Infantil

    • Que bom, Isabela!
      Ficamos felizes com seu comentário!
      Abraço,
      Equipe de Assessoria de Educação Infantil

03/09/2020 - Educação Infantil

Quarentena Brincante...

Olá pessoal! Estão em casa? Estão se cuidando? Desejamos que estejam todos bem. E as crianças, como estão? Temos certeza que por aí tem muita disposição e energia nesse isolamento social, e o que fazer para que e...

03/09/2020 - Educação Infantil

Quarentena Brincante para crianças pequenas

Olá pessoal!

Estão em casa? Estão se cuidando? Desejamos que estejam todos bem. E as crianças, como estão? Temos certeza que por aí tem muita disposição e energia nesse isolamento social, e o que fazer para que esse tempo seja gostoso e produtivo?

Que tal brincar?

Vamos lá?!

Tampas e tampinhas coloridas

Iremos precisar de:

– 1 caixa com grande quantidade de tampas de plástico colorido (garrafas PET, desodorante, spray, xampu, lata de alimentos, entre outos).

Como brincar:

A brincadeira consiste em espalhar as tampas no chão e deixar as crianças inventarem brincadeiras com elas livremente. Depois, brincar junto com elas, dando alguns comandos, tais como:

  1. Procurar tampas iguais e organizar uma fila formando pares.
  2. Fazer torres de tampas para descobrir qual o maior número de tampas que se consegue empilhar.
  3. Verificar qual o maior número de tampas que se consegue encaixar colocando umas dentro das outras.
  4. Organizar uma sequência crescente de quantidades no sentido horizontal, depois no sentido vertical.
  5. Construir castelos.
  6. Criar desenhos no chão, utilizando tampas de diferentes cores e tamanhos.
  7. Fazer “ditado” de tampas. (exemplo: duas vermelhas, uma amarela e duas azuis, pode variar com tamanho).

E AÍ, GOSTARAM? SE DIVERTAM! BOA BRINCADEIRA!

 

Deixe seu comentário e compartilhe com a gente.
Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Referência:
CUNHA, N.H. S. Criar para brincar – a sucata como recurso pedagógico. Editora Aquariana. São Paulo, SP. 2005.

Deixe o seu comentário!

  • Boa tarde, como minhas crianças são bem pequenas não indico tampinhas para elas, pois no descuido elas acabam colocando na boca.
    Obrigada
    Aparecida

    • Aparecida, essa atividade é mais indicada para crianças de 3 a 5 anos, para creche deverá ser tampas maiores de diferentes embalagens. Abraço.

  • Ótima atividade gosto de trabalhar com esse material e desenvolver a aprendizagem dos pequenos e sempre cuidando para eles não por na boca.

    • Olá Marinês, é uma delícia mesmo, eles adoram, e acima de tudo, o lixo pode virar ótimos brinquedos. Abraço. Luciane

    • Olá Fabiana, que bom que está curtindo nossas sugestões, aproveite muito e fica de olho, logo teremos novidades. Abraço. Luciane

  • Com a falta das aulas presenciais, estou usando todas as minhas criatividades com a minha netinha de dois anos. Junto toas as embalagens citadas e muitas tampinhas para as nossas brincadeiras. Também utilizo cabos de vassouras para exercitar saltos(Frontal e laterais), tenho um tapete redondo emborrachado que serve como nosso pula-pula imaginário…Nos divertimos muito!!!

    • Olá Mirian, que delícia deve ser, que momentos ricos com sua neta, para ficar na memória afetiva dela. Deu saudades da minha vó! Abraço.
      Luciane

  • Boa noite , gosto de usar tampinhas para fazer chocalho, pois minha turma tem 2 anos, acho que é perigoso, pois eles podem colocar na boca. Abraços

    • Ah, sim, Aparecida… Para fazer com crianças bem pequenas é melhor cuidar mesmo… Está certa!
      Abraço,
      Beatriz
      (Assessoria da Educação Infantil)

22/07/2020 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS ̵...

Ouvir histórias é uma atividade tão prazerosa e estimulante que independe da idade do ouvinte ou espectador. Contar histórias deve ser um momento mágico, ouvir histórias é muito envolvente. Mas existe diferença e...

22/07/2020 - Educação Infantil

BAÚ DE IDEIAS – LER HISTÓRIAS PARA CRIANÇAS PEQUENAS

Ouvir histórias é uma atividade tão prazerosa e estimulante que independe da idade do ouvinte ou espectador. Contar histórias deve ser um momento mágico, ouvir histórias é muito envolvente. Mas existe diferença entre contar e ler histórias?

Tem uma diferença sim, contar histórias podem ser contadas de tradições orais, histórias suas ou histórias clássicas de livros, mas sem ter o livro necessariamente junto com você. Já ler histórias pede o objeto livro, você lê a história.

A dica de hoje para leitura é: Poesia é fruta doce e gostosa – Elias José.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sugestão de livro para trabalhar no Livro do Grupo 3 do Aprende Brasil:

Aluno – pág. 10 – Vol. 2 – Unidade 4 – Nos tempos dos avós!

Professor – pág. 9 e 10 – Vol. 2 – Unidade 4 – Nos tempos dos avós!

Esse livro reúne coisas gostosas: poesia e fruta. Soma sabores, cheiros, sons, formas e cores para o prazer e a alegria dos leitores.

Sugestões de atividades:

  1. Cantar a música Pomar – Palavra Cantada: https://www.youtube.com/watch?v=kfinwr3A9fg
  2. Em seguida, realizar um debate com a classe sobre a música. Para isso questionará a turma:
  • Qual o nome da música?
  • Sobre o que a música fala?
  • Qual o nome da planta ou árvore que nasce a amora? A banana? A maçã? A uva?
  • O que é um pomar?
  • Quem já conheceu um pomar?
  1. Solicitar que as crianças façam com massinha de modelar algumas frutas da música para montar uma maquete de pomar.
  2. Depois ler alguns poemas do livro de Elias José, utilizando alguns palitoches das mesmas.

 

 

 

 

 

 

E aí, professor, o que achou dessas nossas sugestões?

E você, como trabalha leitura com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

Deixe o seu comentário!

  • Meus alunos estão entre 2 e 3 anos e a leitura com eles já percebo que gostam de novidades..a mesma história primeiro apresento o livro e leio , depois apenas conto com caixa , palitoches, dedoches, avental ou crio outra variação de acordo com o tema, depois dramatizo…e quando percebo já estarem seguros chamo-os para serem os personagens e contarem/dramatizarem do seu jeitinho…

    • Sim, Aparecida! São tantas possibilidades… Diversão e aprendizagem garantidas para as crianças!
      Continue assim!
      Abraço,
      Assessoria da Educação Infantil

  • Amo ler como também incentivo à leitura. Contar história ou ler é prazeroso, pois ao ver aqueles olhos arregalados e carinhas curiosas para saber o que vai acontecer, não tem gratificação maior.

    • É muito gostoso, né Dirlene?!
      As crianças sentem, imaginam e vivenciam mesmo, “dentro” da história. É o poder e a mágica presente nos livros infantis! S2
      Agradecemos sua contribuição.
      Um abraço,
      Assessoria da Educação Infantil

  • Sempre procuro contemplar o debate, a música, a leitura, o manuseio de materiais, além do livro, e outros

07/07/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante...

Olá pessoal! Estão em casa? Estão se cuidando? Desejamos que estejam todos bem. E as crianças, como estão? Temos certeza que por aí tem muita disposição e energia nesse isolamento social, e o que fazer para que e...

07/07/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante para crianças pequenas

Olá pessoal!

Estão em casa? Estão se cuidando? Desejamos que estejam todos bem. E as crianças, como estão? Temos certeza que por aí tem muita disposição e energia nesse isolamento social, e o que fazer para que esse tempo seja gostoso e produtivo?

Que tal brincar? Ou melhor, fazer junto com eles um brinquedo?

Vamos lá?!

Passa Bolinha

Iremos precisar de alguns materiais, tais como:

– 2 garrafas PET de 2 litros transparente;

– 1 tampinha de garrafa;

– durex colorido e tesoura;

– cola colorida (se tiver em casa);

– 6 a 10 bolinhas de gude.

Como fazer:

  1. Corte uma garrafa PET em duas partes, sendo que a parte de baixo ficará com aproximadamente 9 cm e a outra parte será o que sobra no momento do corte.
  2. A segunda garrafa será cortada e aproveitada só a parte superior.

 

 

 

 

 

 

 

3. Junte com durex colorido a parte inferior da primeira garrafa e a superior da segunda (faça dois cortes de 1 cm aproximadamente para encaixar melhor).

 

 

 

 

 

 

 

4. Encaixe na parte superior da primeira garrafa para montar o brinquedo. Passe durex.

5. Coloque algumas bolinhas de gude dentro do brinquedo e feche com a tampinha.

 

 

 

 

 

 

 

6. Faça a decoração do brinquedo com cola colorida se tiver.

Como brincar:

O jogo consiste em dar um impulso no brinquedo para encaixar o maior número de bolinhas de gude dentro da garrafa interna, a melhor posição para jogar a bolinha é deixar a garrafa na posição vertical.

 

E AÍ, GOSTARAM? SE DIVERTAM! BOM JOGO!

Deixe seu comentário e compartilhe com a gente.

 

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Sempre que precisar entrar em contato conosco: edinfantil@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Referência: https://acrilex.com.br/portfolio-item/encaixa-bolinhas/

 

Deixe o seu comentário!

  • MUITO BOA ESSA IDEIA !!! AMEI COM CERTEZA FAREI ESSA ATIVIDADE. TENHO CERTEZA QUE AS CRIANÇAS VÃO AMAR.

    • Sim, Aparecida!
      As crianças criam, inventam e reinventam diversas maneiras de brincar e isso contribui muito com sua aprendizagem e desenvolvimento!
      Abraço,
      Equipe de Assessoria da Educação Infantil

    • Olá Sandra!
      Que bom que gostou dessa ideia, é uma brincadeira muito divertida e rica. Fique de olho nas próximas postagens!
      Abraço.
      Equipe de Educação Infantil.

  • Encantada,nessa atividade pode ser inserida várias possibilidades desde contagem,musicalização… entre outros abre um lepe imenso adorei!

    • Olá Dayane!
      Que bom que gostou dessa ideia, realmente é uma brincadeira muito divertida e rica, abrindo muitas possibilidades. Fique de olho nas próximas postagens!
      Abraço.
      Equipe de Educação Infantil.

    • Olá Gabriela!
      Que bom que gostou dessa ideia, é uma brincadeira muito divertida e rica e com materiais simples e fáceis de serem feitos. Fique de olho nas próximas postagens!
      Abraço.
      Equipe de Educação Infantil.

    • Olá Liliane!
      Que bom que gostou dessa ideia, é uma brincadeira muito divertida e rica e com materiais simples e fáceis de serem feitos. Agradecemos sua devolutiva. Fique de olho nas próximas postagens!
      Abraço.
      Equipe de Educação Infantil.

    • Olá Rogério!
      Que bom que gostou dessa ideia, é uma brincadeira muito divertida e rica. Fique de olho nas próximas postagens!
      Abraço.
      Equipe de Educação Infantil.

  • Adoro fazer brinquedos com meus alunos com materiais recicláveis. Todo aprendizado onde o aluno é participante ativo tem muito mais significado.

    • Olá Luciane, concordo com você e a participação se torna mais ativa e responsável, além de fazer o lixo virar ótimos brinquedos. Abraço. Luciane.

  • Gostei muito da sugestâo porém trabalho com crianças de creche e é muito complicado trabalhar com bolinhas de gude.

    • Olá Cláudia! Realmente essa sugestão são para crianças maiores, de 4 a 6 anos, mas pode adaptar e fazer com bola de borracha maior em um recipiente maior, tenho certezas que os pequenos vão se divertir. Fica de olho, logo teremos mais novidades. Abraço. Luciane

    • Mara, até nós nos divertimos, não é! Fica de olho, teremos mais novidades para nossos pequenos. Abraço. Luciane