Últimas Publicações:

17/05/2022 - História

História de vida: D...

    Olá professores   Retomando a proposta de uso histórias de vida como metodologia para o ensino de história, hoje vamos conhecer Djamila Ribeiro.     Veja o post sobre o uso de História de...

17/05/2022 - História

História de vida: Djamila Ribeiro

 

 

Olá professores

 

Retomando a proposta de uso histórias de vida como metodologia para o ensino de história, hoje vamos conhecer Djamila Ribeiro.

 

 

Veja o post sobre o uso de História de vida como metodologia para o ensino de história.

 

Filha de um estivador sindicalista e envolvido no movimento negro. Mesmo com a educação militante não impediu Djamila de sofrer o impacto do racismo. “A diferença é que ter consciência do problema a ajudou nos anos seguintes, guiando sua trajetória, influenciando suas escolhas políticas e acadêmicas”. (LOPES, 2019, p. 270)

 

 

 

 

Djamila é uma importante militante contra o racismo estrutural e desenvolve diversas obras sobre o feminismo negro. Dentre seus livros destaca-se:

 

  • O que é lugar de fala? (2016)
  • Quem tem medo do feminismo negro? (2018)
  • Pequeno manual antirracista (2019)

 

O livro Pequeno manual antirracista é leitura fundamental para educadores. É possível baixar este livro em PDF, leia e compartilhe com seus pares, para acessar basta clicar aqui.

 

 

Capa do livro Pequeno Manual Antirracista

 

Entenda mais sobre a temática Educação Antirracista, lendo alguns posts aqui do Blog das Assessorias:

 

A história de muitas mulheres foram apagadas ou ignoradas ao longo da história, por isso ações de resgate são fundamentais, um lindo projeto que se propõe a divulgar e evidenciar a vida de algumas delas é o Museu Virtual das Heroínas sem estátua, entre no site e conheça mais sobre o projeto.

 

Gostou da proposta? Já desenvolveu algum trabalho como este com seus alunos? Compartilhe conosco

 

Equipe Assessoria de História e Ensino Religioso

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

 


Referências:
LOPES, Nei. Afro-reluzente: 100 personalidades notáveis do século XX. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 2019.

Deixe o seu comentário!

25/03/2022 - Educação Física, Ensino Religioso, História

Passos para promover uma Educação Antirracista

 

 

Olá professores

 

 

Ao longo de 2021, desenvolvemos um projeto chamado  Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma educação antirracista. Realizando série de encontros online que desenvolvem reflexões de temas relacionados à implementação da Lei 10.639/2003.

Você ainda pode assistir as transmissões desses encontros, basta acessar o post: OBRIGADA! EVENTO REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

Entretanto, a construção de uma educação antirracista não se finda com esse projeto. Diversas ações devem ser inseridas e naturalizadas no nosso dia. Para isso alguns pontos devem ser observados:

 

  • Questione-se

Você se considera racista? Já se percebeu reproduzindo falas e comportamentos racistas? Quando uma pessoa relata um caso de racismo como você reage? Acha que é “mimimi”?

  • Observe

Olhe em volta. Como o seu grupo de convívio lhe dá com o racismo? E, a escola?

  • Apresente

Permita-se inserir diversidade no seu dia a dia. Leia, estude, vá além da escravidão. Procure referências e representatividade: escritores, artistas, desenhos, filmes, músicos, políticos.

  • Incentive e estimule

Ser diferente é natural, e é bom. Incentive o convívio e relações de amizade com as diferenças físicas ou psíquicas, de classes sociais diversas ou com culturais religiões diferentes. Conviver é a base para superar estereótipos na prática.

  • Enfrente as perguntas

Fuja do senso comum, dizer: “foi sem querer”, “não foi por maldade” contribuir para a perpetuação do racismo e violências.

 

Como forma de estimular ainda mais essa discussão nas escolas, o Instituto Porvir desenvolveu um questionário que pode levar professores a pensar suas práticas.

 

 

Para acessar o PDF do questionário, basta clicar aqui.

 

 

Lembre-se que a intenção ao realizar estes questionamentos não é a condenação das pessoas, e sim uma reflexão que leve a transformação, ou seja, o ato de se identificar como racista deve preceder a transformação. Pois, se somos educados para sermos racistas, podemos ser educados para deixar tais preconceitos raciais de lado.

 

 

Afinal, como promover uma educação antirracista, se o professor não se colocar no papel de objeto de reprodução dessa estrutura social?

 

 

Entenda mais sobre a temática Educação Antirracista, lendo alguns posts aqui do Blog das Assessorias:

 

 

 

Equipe Assessoria de Áreas
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 


 

Referências
SENAC. Diversidades: Educação antirracismo. Disponível em: <https://www.cursosead.sp.senac.br/antirracismo/page5.html>. Acesso em: 05 de maio de 2021.

Deixe o seu comentário!

26/11/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Portuguesa, Matemática

PRORROGAÇÃO EDITAL DE CHAMADA: E-BOOK “REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

 

Olá Professores e Professoras

 

 

Sabemos que o final do ano é sempre muito sobrecarregado e é difícil participar de qualquer trabalho extraclasse. Mas, queremos muito a sua contribuição para nosso e-book Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma Educação antirracista.

Afinal, nosso objetivo principal é compartilhar com professores de todo o Brasil práticas reais, que realmente já foram aplicadas nas mais várias diversas áreas do conhecimento e etapas de ensino.

Você ainda não conhece o Projeto Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma Educação antirracista? Você não pode perder! Veja esse post no Blog das Assessorias que explicamos tudo pra você.

Mas, resumindo, o evento desenvolveu uma série de encontros online (todas as lives estão gravadas, veja clicando aqui) que trouxeram reflexões sobre temas relacionados à implementação da Lei n° 10.639/2003 com a intencionalidade de promover mudanças no fazer pedagógico e orientar professores, coordenadores e gestores, que ainda se sentem desamparados sobre orientações práticas, ou seja, como planejar e abordar tais temas em sala de aula.

A lives são a primeira etapa do projeto. Mas, queremos mais! Com o objetivo de conhecer e socializar práticas educacionais que promovam a implementação da Lei nas diferentes áreas do conhecimento e etapas de ensino, o Sistema de Ensino Aprende Brasil convida profissionais da educação de municípios conveniados, para fazer parte da construção de um e-book.

Para isso tornamos público a chamada para submissões de relatos de experiência para composição dos capítulos do e-book. Saiba como participar:

 

 

ACESSE O EDITAL DE CHAMADA: E-BOOK “REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

 

Calma, que as notícias boas ainda não acabaram! Pois, prorrogamos os prazos de envio dos trabalhos:

 

 

Resultados da avaliação e publicação dos trabalhos no e-book:

Divulgação da chamada: 12 de julho de 2021.

Envio dos trabalhos: 12 de julho até 05 de dezembro de 2021 NOVA DATA 20 DE FEVEREIRO DE 2022.

Divulgação dos aprovados total e parcial (com necessidade de ajustes): janeiro de 2022. NOVA DATA MARÇO DE 2022.

Publicação: 1° semestre de 2022 NOVA DATA 2º. SEMESTRE DE 2022.

As avaliações serão realizadas separadamente pelos membros do comitê de avaliação.

 

 

Informações Gerais:

Quem pode participar? Professores e gestores de todas as etapas de ensino, dos municípios que utilizam o Sistema de Ensino Aprende Brasil.

De que forma? Enviando um relato de experiência sobre a aplicação de temas relacionados à Lei n° 10.639/2003 na sua escola. Cada relato de experiência comporá um capítulo do e-book.

Para qual endereço de e-mail? historia@aprendebrasil.com.br e edfisica@aprendebrasil.com.br

A meta é selecionar entre 10 e 20 relatos de experiência que estejam de acordo com a temática do dossiê e que cumpram as normas para a submissão. Participe e compartilhe, escreva individualmente ou em grupo!

 

Quaisquer outras situações serão avaliadas pelo Comitê de Avaliação e Organização.

Contato: historia@aprendebrasil.com.br e edfisica@aprendebrasil.com.br

 

Equipe Assessoria de Áreas
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

Deixe o seu comentário!

26/11/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Portuguesa, Matemática

OBRIGADA! EVENTO REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

 

Professores e Professoras,

 

 

No mês de novembro encerramos uma etapa do projeto Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma educação antirracista. Este evento propôs uma série de encontros online que desenvolvem reflexões de temas relacionados à implementação da Lei 10.639/2003 com a intencionalidade de promover mudanças no fazer pedagógico e orientar professores, coordenadores e gestores, que ainda se sentem desamparados sobre orientações práticas, ou seja, como planejar e abordar tais temas em sala de aula.

Contamos com diversos palestrantes além da presença de vocês, educadores do Brasil todo que participaram ativamente das seis lives.

 

Você não sabia desse Projeto? Perdeu alguma live? Calma! Afinal todas estão gravadas e ainda podem ser assistidas, e ainda é possível registrar sua presença e garantir certificação. Veja um pouco do que aconteceu nas lives e como assistir:

 

♦ A abertura do evento aconteceu no dia 08 de junho de 2021, com o tema IMPORTÂNCIA DA LEI 10.639/2003 E SEUS IMPACTOS NA ESCOLA. Neste dia a professora Débora Cristina de Araújo dedicou a explicar, de forma detalhada a lei 10.639/2003. Além de explicar todo o histórico que levou a aprovação da legislação, ela apresentou sua aplicação na escola focando na mudança que a lei trouxe inclusive na produção de materiais didáticos. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

♦ O segundo encontro foi com a professora Adilbênia Machado, no dia 12 de julho de 2021, com o AFRICANIDADES E ANCESTRALIDADE: O ENSINO DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NA SALA DE AULA. Neste momento a professora Adilbênia apresentou diversos conceitos da filosofia africana e afro-brasileira, além de uma extensa indicações de referências de estudos para os mais diversos componente curriculares. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

♦ No dia 23 de agosto de 2021, a professora Daniela Pereira da Silva, trouxe o tema CULTURA DIGITAL E PROTAGONISMO ÉTNICO-RACIAL NA SALA DE AULA . O conceito principal foi Etnomídia, a professora apresentou diversos exemplos de usos das redes sociais para sala de aula, de forma que a diversidade chegue aos nosso adolescentes, e que eles também são os produtores desses conteúdos. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

♦ A professora Ariane Celestino Meireles, contribui com a temática CORPOREIDADE E ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR, no dia 14 de setembro de 2021. Neste dia a religiosidade, a historicidade, e as práticas corporais são apresentadas a partir de diversos exemplos do cotidiano escolar. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

♦ O quinto encontro, no dia 19 de outubro de 2021, foi comandado por dois professores. Inicialmente o professor Nilo Netto, professor de Educação Física exemplificou alguns trabalhos com capoeira e a macala. Para encerrar, a professora Adilbênia Machado relacionou com alguns conceitos da filosofia, ou seja, um encontro totalmente interdisciplinar. A união da fala desses dois profissionais deu origem ao tema PRÁXIS ANCESTRAIS DE CONSTRUÇÕES AFRORREFERENCIADAS. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

♦ E, para encerrar a série de lives, no dia 16 de novembro de 2021, as professores Débora Cristina de Araújo e Sara da Silva Pereira trouxeram DIÁLOGOS ÉTNICOS-RACIAIS NA LITERATURA PARA CRIANÇAS. Ao assistir essa transmissão você sairá com uma extensa lista, indicações e orientações sobre as tendências contemporâneas da produção literária infantil. É claro que o foco das professoras foi as crianças pequenas, porém a abordagem das professores contribuem para a ampliação de repertório cultural para o planeamento de aula de professores de todos os componentes curriculares e etapas de ensino. Para assistir essa transmissão basta clicar aqui.

 

Assista novamente as lives, veja aquelas que você perdeu e, principalmente, compartilhe com seus colegas!

 

Lembre-se que o evento tem Certificação para todos os participantes. E que você ainda pode participar também do nosso e-book.

 

ACESSE O EDITAL DE CHAMADA: E-BOOK “REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

Atenção! Prorrogamos os prazos de envio dos trabalhos:

 

Envio dos trabalhos: 12 de julho até 05 de dezembro de 2021 NOVA DATA 20 DE FEVEREIRO DE 2022.

Divulgação dos aprovados total e parcial (com necessidade de ajustes): janeiro de 2022. NOVA DATA MARÇO DE 2022.

Publicação: 1° semestre de 2022 NOVA DATA 2º. SEMESTRE DE 2022.

As avaliações serão realizadas separadamente pelos membros do comitê de avaliação.

 

Participe e compartilhe com seus contatos!

 

Equipe Assessoria de Áreas
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil”

Deixe o seu comentário!

08/11/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Portuguesa, Matemática

Diálogos étnico-raciais na literatura para crianças

Olá, Professores e Professoras!

 

No dia 16 de novembro, 15h00, teremos mais um encontro do evento Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma educação antirracista. O evento propõe uma série de encontros online que desenvolvem reflexões de temas relacionados à implementação da Lei 10.639/2003 com a intencionalidade de promover mudanças no fazer pedagógico e orientar professores, coordenadores e gestores, que ainda se sentem desamparados sobre orientações práticas, ou seja, como planejar e abordar tais temas em sala de aula. 

Desta vez nosso tema será Diálogos étnico-raciais na literatura para crianças, ministrado pelas professoras Débora Araújo e Sara da Silva Pereira. Para acessar a live basta clicar aqui.

 

 

 

 

O evento é composto por 6 encontros, uma vez por mês. Alguns encontros já aconteceram e você pode assistir gravado, clicando nos títulos indicados abaixo:

 

 

ABERTURA: IMPORTÂNCIA DA LEI 10.639/2003 E SEUS IMPACTOS NA ESCOLA

Palestrante convidada: Débora Cristina de Araújo. Professora de Educação das Relações Étnico-Raciais no Departamento de Teorias do Ensino e Práticas Educacionais do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo. Coordena o LitERÊtura – Grupo de estudos e pesquisas em diversidade étnico-racial, literatura infantil e demais produtos culturais para as infâncias.

 

AFRICANIDADES E ANCESTRALIDADE: O ENSINO DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NA SALA DE AULA

Palestrante convidada: Adilbênia Machado. Professora da UNILAB (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pesquisa sobre formação, currículo, filosofia africana, o ensino de história e cultura africana e afro-brasileira, tendo a ancestralidade e o encantamento como conceitos delineadores para a formação.

 

CULTURA DIGITAL E PROTAGONISMO ÉTNICO-RACIAL NA SALA DE AULA

Palestrante Convidada: Daniela Pereira da Silva. Licenciada em História, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. Pesquisadora na área de História, com ênfase em Ensino de História e em História da África.

 

CORPOREIDADE E ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR

Palestrante Convidado: Ariane Celestino Meireles. Doutoranda em Ciências da educação da Universidade do Porto (Portugal), investigo sobre o racismo religioso no ambiente escolar. Licenciada em Educação Física. Profissional em Dança Afro-brasileira. Integrante do LitERÊtura – Grupo de estudos e pesquisas em diversidade étnico-racial, literatura infantil e demais produtos culturais para as infâncias – UFES.

 

PRÁXIS ANCESTRAIS DE CONSTRUÇÕES AFRORREFERENCIADAS

Palestrante Convidado: Nilo Netto¹ e Adilbênia Machado²

  1. Doutorando em Tecnologia e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) na linha de pesquisa em Tecnologia e Trabalho. Professor de Arte Circense no Centro Estadual de Capacitação em Arte do Paraná Guido Viaro onde atua com formação continuada de professores.
  2. Professora da UNILAB (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pesquisa sobre formação, currículo, filosofia africana, o ensino de história e cultura africana e afro-brasileira, tendo a ancestralidade e o encantamento como conceitos delineadores para a formação.

 

 

Para não perder nenhum encontro acesse a programação completa. Baixe o arquivo em PDF e compartilhe com seus contatos. Quanto mais pessoas participarem destes eventos maiores serão as possibilidades para construirmos uma educação antirracista.

 

 

Acesse a Programação em PDF clicando aqui.

 

 

O evento tem Certificação para todos os participantes.

Participe e compartilhe com seus contatos!

 

 

Equipe Assessoria de Áreas

Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!

11/10/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Portuguesa, Matemática

Práxis ancestrais de construções afrorreferenciadas

Olá, Professores e Professoras!

 

No dia 19 de outubro, 15h00, teremos mais um encontro do evento Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma educação antirracista. O evento propõe uma série de encontros online que desenvolvem reflexões de temas relacionados à implementação da Lei 10.639/2003 com a intencionalidade de promover mudanças no fazer pedagógico e orientar professores, coordenadores e gestores, que ainda se sentem desamparados sobre orientações práticas, ou seja, como planejar e abordar tais temas em sala de aula. 

Desta vez nosso tema será Práxis ancestrais de construções afrorreferenciadas, ministrado pelos professores Nilo Netto e Adilbênia Machado. Para acessar a live basta clicar aqui.

 

 

 

 

O evento é composto por 6 encontros, uma vez por mês. Alguns encontros já aconteceram e você pode assistir gravado, clicando nos títulos indicados abaixo:

 

 

ABERTURA: IMPORTÂNCIA DA LEI 10.639/2003 E SEUS IMPACTOS NA ESCOLA

Palestrante convidada: Débora Cristina de Araújo. Professora de Educação das Relações Étnico-Raciais no Departamento de Teorias do Ensino e Práticas Educacionais do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo. Coordena o LitERÊtura – Grupo de estudos e pesquisas em diversidade étnico-racial, literatura infantil e demais produtos culturais para as infâncias. 

 

AFRICANIDADES E ANCESTRALIDADE: O ENSINO DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NA SALA DE AULA

Palestrante convidada: Adilbênia Machado. Professora da UNILAB (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira). Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Pesquisa sobre formação, currículo, filosofia africana, o ensino de história e cultura africana e afro-brasileira, tendo a ancestralidade e o encantamento como conceitos delineadores para a formação.

 

CULTURA DIGITAL E PROTAGONISMO ÉTNICO-RACIAL NA SALA DE AULA 

Palestrante Convidada: Daniela Pereira da Silva. Licenciada em História, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. Pesquisadora na área de História, com ênfase em Ensino de História e em História da África.

 

CORPOREIDADE E ESPIRITUALIDADE NO COTIDIANO ESCOLAR

Palestrante Convidado: Ariane Celestino Meireles. Doutoranda em Ciências da educação da Universidade do Porto (Portugal), investigo sobre o racismo religioso no ambiente escolar. Licenciada em Educação Física. Profissional em Dança Afro-brasileira. Integrante do LitERÊtura – Grupo de estudos e pesquisas em diversidade étnico-racial, literatura infantil e demais produtos culturais para as infâncias – UFES.

 

 

Para não perder nenhum encontro acesse a programação completa. Baixe o arquivo em PDF e compartilhe com seus contatos. Quanto mais pessoas participarem destes eventos maiores serão as possibilidades para construirmos uma educação antirracista.

 

 

Acesse a Programação em PDF clicando aqui.

 

 

O evento tem Certificação para todos os participantes.

Participe e compartilhe com seus contatos!

 

 

Equipe Assessoria de Áreas

Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!