Últimas Publicações:

06/05/2021 - Língua Portuguesa

Entrevista: exploran...

Olá, professor(a). Tudo bem por aí? Dia primeiro de maio, comemoramos o feriado do dia do trabalho. Inspiradas por essa celebração nacional, hoje, vamos propor uma prática para explorar o tema das profissões. Inici...

06/05/2021 - Língua Portuguesa

Entrevista: explorando os gêneros textuais

Olá, professor(a).
Tudo bem por aí?

Dia primeiro de maio, comemoramos o feriado do dia do trabalho.

Inspiradas por essa celebração nacional, hoje, vamos propor uma prática para explorar o tema das profissões.

Inicie a aula conversando com seus alunos sobre as expectativas que eles têm em relação ao futuro. Embora ainda seja um pouco cedo para traçar suas trajetórias profissionais, é importante discutir possibilidades, buscando as relações de afinidade com certas atividades e descobrindo interesses por determinados temas, áreas ou práticas relacionadas às diferentes esferas de atuação.

Escolha algumas imagens de diferentes profissionais em seus contextos de trabalho e crie alguns pontos de discussão sobre isso, englobando aspectos como: interesses, gostos, afinidades, medos, inseguranças etc.

Depois, solicite aos seus alunos que escolham alguém (pode ser um familiar) para contar um pouco sobre a sua profissão e a dinâmica do trabalho que ele/ela realiza. Você pode sugerir algumas questões norteadoras como: processo seletivo; entrevista; atividades desempenhadas diariamente; responsabilidades; carga-horária; satisfação; preocupações etc.

Essa prática pode ser usada para trabalhar a produção escrita dos relatos ou, se preferir, pode ser uma prática para o desenvolvimento da oralidade, nesse caso os alunos podem contar a experiência do entrevistado para a turma.

Outra sugestão é propor a elaboração de um vídeo, podcast ou gravação de áudio do relato feito por esse profissional.

Depois das apresentações, faça um quadro com as profissões dos entrevistados e solicite aos alunos que pesquisem alguns gêneros textuais que circulam nessas diferentes esferas. Podem ser gêneros orais ou escritos, formais ou informais. O objetivo é observar a relevância dos textos nos diferentes contextos do trabalho e nas interações específicas realizadas por esses profissionais.

Lembre-se: você sempre pode relacionar as sugestões de atividades com textos aos conteúdos (objetos de conhecimento) que você está trabalhando com seus alunos. Amplie essa sugestão!

Essa foi a dica de hoje!

Até breve!

Assessoria de Língua Portuguesa

linguaportuguesa@aprendebrasil.com.br

Deixe o seu comentário!

27/04/2021 - Língua Portuguesa

Adivinha aí! Leitur...

Olá, professor(a)! Tudo bem por aí? Hoje trazemos uma proposta bem divertida e desafiadora e que, com certeza, você irá se envolver… imagina, então, seus alunos… A ideia é desafiar seus alunos a encontr...

27/04/2021 - Língua Portuguesa

Adivinha aí! Leitura de imagens e conhecimento de mundo!

Olá, professor(a)! Tudo bem por aí?

Hoje trazemos uma proposta bem divertida e desafiadora e que, com certeza, você irá se envolver… imagina, então, seus alunos…

A ideia é desafiar seus alunos a encontrarem as respostas a partir de uma imagem (com isso eles precisam acionar várias habilidades de leitura, seu conhecimento prévio / conhecimento de mundo e estabelecer relações para encontrarem as respostas – e ainda vão se divertir muito).

Antes de levar a proposta para os alunos, desafiamos você, professor(a), a tentar encontrar as respostas aqui. Vamos lá?

O primeiro desafio é localizar expressões idiomáticas.

Disponível em: https://www.instagram.com/p/CM92xg1hQSN/

E, então, conseguiu? Calma, não desista… continue tentando (vamos colocar o gabarito abaixo, mas, primeiro, tente mais um pouco).

E que tal mais um desafio? Agora encontrar fatos históricos!

Disponível em: https://www.instagram.com/p/CIdeTaMB68Q/

 

E, para finalizar, mais um desafio: localize 20 cidades brasileiras!

Disponível em: https://www.instagram.com/p/CMZ1Pt5hLK9/

 

Gostou da proposta? A ideia é propor os desafios aos alunos como uma forma de envolvê-los e, ao mesmo tempo, já praticar a leitura de imagens, o resgate do conhecimento prévio e a ampliação do repertório. Com certeza eles vão se divertir e ainda aprender! Experimente e depois nos conte como foi!

Ah, todas essa imagens são de autoria do Abner Dangelo, um ilustrador, de Fortaleza, super talentoso. No Instagram dele há sempre novas propostas – acompanha lá – vale a pena! https://www.instagram.com/abnerdangelo/ 

Seguem os gabaritos:

  • expressões idiomáticas:
https://www.instagram.com/stories/highlights/18187957978003539/
  • fatos históricos
https://www.instagram.com/stories/highlights/18187957978003539/
  • cidades brasileiras
https://www.instagram.com/stories/highlights/18187957978003539/

 

Até breve!

Assessoria de Língua Portuguesa

linguaportuguesa@aprendebrasil.com.br

 

Deixe o seu comentário!

23/04/2021 - Educação Infantil

Baú de ideias – A...

Olá, Professores! Desejamos que todos estejam bem! Hoje, falaremos um pouquinho sobre criatividade, que é uma das habilidades mais importantes para se desenvolver uma atividade produtiva, tanto para nós professores, ...

23/04/2021 - Educação Infantil

Baú de ideias – A criatividade das crianças pequenas

Olá, Professores!

Desejamos que todos estejam bem!

Hoje, falaremos um pouquinho sobre criatividade, que é uma das habilidades mais importantes para se desenvolver uma atividade produtiva, tanto para nós professores, quanto para as crianças pequenas. Ser criativo é uma característica que faz a diferença, traz mais oportunidades e possibilidades de conhecimento e aprendizado.

Segundo Sir Ken Robinson, criatividade é um processo de ter ideias originais que tenham valor.

Processo e não uma ideia que veio do além; originais porque são únicos, autênticos, não são copiados e nem reproduzidos se tiverem algum valor.

Todos nascemos com um grande potencial criativo, apenas precisamos desenvolver a criatividade.

E isso inicia-se com os bebês e crianças bem pequenas, quando começam a se descobrirem como ser, estar e sobreviver no meio onde estão inseridos, ou seja no mundo que os cercam. E a infância é o momento ideal onde os professores podem contribuir por meio de atitudes e atividades simples e poderosas a estimular o pensamento criativo dentro do desenvolvimento natural das crianças.

No Blog “Bebês e CIA”, falamos que os bebês são cientistas, enquanto que as crianças bem pequenas são exploradoras.

Nesse Blog “Baú de ideias”, nos referimos às crianças pequenas com idade de 4 e 5 anos como inventoras. Nessa fase é como ocorresse um pico de criatividade das crianças as quais já dominam a imaginação que está muito presente em suas ações e que é muito importante e especial para elas.

Durante esse período, a criança entende que a sua mente é capaz de criar coisas e não há limites para que essa criação ocorra, porque acredita na sua própria capacidade e nada mais fantástico do que brincar de faz de conta, de explorar, de inventar, de criar possibilidades.

Nessa idade a criança está fazendo um ensaio para a vida, ensaiando como é viver enquanto brinca. Reproduz profissões, situações e também as suas vivências. Em geral, o que a criança expressa nessas brincadeiras de faz de conta são as referências que possuem dos adultos que a cerca e será esse inventor a partir dos interesses, estímulos e das referências que são fornecidas a ela.

Nesse caso, é importante oferecer para as crianças acessórios como, caixas, chapéus, lenços, toalhas, lençol, TNT ou qualquer outro tecido grande e outros materiais para que elas possam usar a criatividade, imaginação para transformá-los em que desejarem e para que a imaginação delas ganhe vida.

Outra opção, é formar uma brinquedoteca versátil, com materiais de montar e objetos como bonecas, panelinhas, louças de brinquedo e muito mais.

Brincar com materiais, acessórios, brinquedoteca versátil e brincar com seus pares são possibilidades de estimular a criatividade dessas crianças inventoras.

Brinquedos são seus companheiros e fundamentais para despertar a criatividade e esse poder de invenção que toda criança possui.  Basta uma diversidade deles e muito estímulo a cada momento.

Para isso, segue algumas sugestões interessantes, divertidas e estimulantes para as nossas crianças inventoras.

  1. Brincando com caixas de papelão

Para a criança inventar algo que tenha vontade.

Materiais: caixas de papelão e fita crepe

Observe nas imagens abaixo que lindo castelo e que cabana bacana foram inventadas e criadas pela criança.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2.Brincando com tecidos

Materiais: disponha lençóis, toalhas, TNT ou qualquer outro tecido e deixe a criatividade rolar solta entre as crianças. Poderá surgir uma barraca, uma tenda, um vestido e ou véu de noiva, uma capa de super herói, enfim deixe a criança “ inventar moda”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3.Gincana das profissões

Para fazer essa brincadeira, você precisa preparar uma lista de profissões: médico, veterinário, cozinheiro, cabeleireiro, bombeiro, professor…

Selecionar previamente alguns materiais e objetos relacionados com as profissões, deixando-os em espaços onde as crianças possam encontra-los. A atividade consiste em falar para a criança uma profissão dessa lista e pedir para ela procurar 3 objetos que sejam usados por um profissional desse ramo. Em seguida, deverá criar uma situação para representar a profissão falada para ela.

Por exemplo, ela pode pegar uma pedra e dizer que é o giz da professora. Ou pegar uma cartolina e dizer que é a lousa. É possível também.  É uma ótima maneira de ver até onde vai a imaginação das crianças.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mas não esqueçam que o fundamental sempre e em qualquer faixa etária é conversar com a criança, olhar para o que a criança olha, compartilhar o olhar com ela, esticar a conversa, fazer perguntas como:  o quê? Como? Cadê? O que é isso? Porque e como fez isso?

E vários outros questionamentos que certamente promoverão a descoberta, a aprendizagem, estimularão a criatividade e auxiliarão a desenvolver a linguagem oral da criança.

 

Deixe seu comentário e compartilhe conosco como é a experiência de trabalhar com crianças inventoras.

 

Sempre que precisarem, entrem em contato conosco!

Grande abraço e até o próximo post!

Equipe Assessoria Educação Infantil Aprende Brasil

edinfantil@aprendebrasil.com.br

 

REFERÊNCIAS:

Robinson, Ken. Somos todos criativos: os desafios para desenvolver uma das principais habilidades do futuro. São Paulo: Benvirá, 2019

https://www.tempojunto.com/2020/11/02/como-estimular-a-criatividade-infantil-com-caixas-de-papelao/ Acesso em 22/04/2021

https://www.tempojunto.com/2016/05/20/10-maneiras-de-fazer-uma-cabana-em-casa/ Acesso em 22/04/2021

 

Deixe seu comentário e compartilhe como foi a experiência com a gente.

 

Sempre que precisarem, entrem em contato conosco!

Grande abraço e até o próximo post!

Equipe Assessoria Educação Infantil Aprende Brasil

edinfantil@aprendebrasil.com.br

 

Deixe o seu comentário!

22/04/2021 - Língua Portuguesa

Dinâmica com advér...

Olá, professores(as). Tudo bem com vocês? Hoje, vamos propor uma atividade para trabalhar com as categorias de classificação dos advérbios. O objetivo é relacionar as noções de (negação, afirmação, tempo, mod...

22/04/2021 - Língua Portuguesa

Dinâmica com advérbios

Olá, professores(as).
Tudo bem com vocês?

Hoje, vamos propor uma atividade para trabalhar com as categorias de classificação dos advérbios. O objetivo é relacionar as noções de (negação, afirmação, tempo, modo, lugar, dúvida etc.) às experiências dos alunos em relação aos fatos e acontecimentos ao redor do mundo.

Preparo:

Selecione várias informações/curiosidades.

Se você estiver trabalhando com um tema específico ou, por exemplo, com textos do campo de atuação na esfera jornalística, pode usar informações, reportagens ou notícias sobre fatos e acontecimentos.

Relacione essas informações às categorias dos advérbios. Exemplo:

Negação: “a pandemia não acabou.”

Tempo: “semana passada, 536 escolas voltaram ao ensino presencial.”

Faça isso com todas as categorias dos advérbios, usando informações verdadeiras e falsas.

Solicite aos alunos que criem duas plaquinhas: V (para verdadeiro) e F (para falso). As plaquinhas podem ser feitas com papel e palito.

 

Como jogar:

O primeiro aluno irá escolher uma categoria de advérbios. Exemplo: lugar.

Você, professor, irá ler a notícia referente ao tema lugar.

Todos os alunos deverão avaliar se a notícia é verdadeira ou falsa e, em seguida, levantar a plaquinha correspondente (V ou F).

Aqueles que acertarem a informação, permanecem no jogo. Aqueles que errarem são eliminados daquela partida.

O jogo termina quando sobrar apenas um aluno que, nesse caso, acertou todas as respostas.

O objetivo é fazer isso com várias notícias, manchetes ou até mesmo com informações de textos que circulam em outros campos de atuação, ampliando assim a capacidade de pensar sobre essas categorias de advérbios e relacioná-las aos textos que são produzidos em diferentes contextos significativos.

O mais importante é trazer notícias, informações e referências interessantes para produzir um diálogo sobre os fatos que estão acontecendo ao redor do mundo.

Gostou dessa dica?

Já realizou uma prática como essa?

Deixe seu comentário aqui.

Até breve!

Assessoria de Língua Portuguesa

linguaportuguesa@aprendebrasil.com.br

Deixe o seu comentário!

08/04/2021 - Língua Portuguesa

Explorando as série...

Olá, professores(as). Como vocês estão? Hoje vamos dar uma sugestão para explorar as séries de cinema. Atividade: Inicie a aula propondo que cada aluno fale qual é a sua série preferida. Pode ser série de qualque...

08/04/2021 - Língua Portuguesa

Explorando as séries

Olá, professores(as).

Como vocês estão?

Hoje vamos dar uma sugestão para explorar as séries de cinema.

Atividade:

Inicie a aula propondo que cada aluno fale qual é a sua série preferida. Pode ser série de qualquer gênero, inclusive desenho animado, mas é fundamental que tenha uma sequência de vários episódios.

Além da temática, converse sobre a estrutura e a organização da série: ano de produção, número de episódios e temporadas. Comente que os episódios também possuem títulos porque cada um conta um pedaço da história.

É sempre importante ressaltar que, sempre que vamos conversar sobre filmes e séries, não podemos revelar muito sobre o conteúdo abordado, caso contrário podemos fazer spoilers e estragar a surpresa para as pessoas que ainda não assistiram.

Lance então um breve desafio aos alunos: produzir uma sinopse da série, sem contar os acontecimentos mais importantes. O objetivo é que eles resumam o conteúdo de vários episódios em poucas palavras, desenvolvendo o poder da síntese.

Se os alunos tiverem acesso a alguma plataforma de vídeo on demand, sugira uma observação em relação ao modo como as séries costumam ser anunciadas. São poucas informações, mas que oferecem ao público um panorama geral, curioso e convidativo. Se preferir, você mesmo pode pesquisar e mostrar um exemplo aos alunos!

Depois que todos produzirem suas sinopses (sem spoilers), cada aluno poderá enviar sua produção a um colega ou, se preferir, você poderá organizar todas as sinopses em um único documento para que todos tenham acesso.

Essa foi a dica de hoje!

Você já fez algum trabalho usando séries?
Compartilhe sua sugestão!

 

Até breve!

Assessoria de Língua Portuguesa

linguaportuguesa@aprendebrasil.com.br

Deixe o seu comentário!

26/03/2021 - Educação Infantil

Bebês e Cia –...

Olá professor (a)! Já falamos diversas vezes sobre a importância da interação para o desenvolvimento dos bebês e crianças bem pequenas. Seja por meio de músicas, histórias ou brincadeiras, além é claro de muit...

26/03/2021 - Educação Infantil

Bebês e Cia – Brincar com bebês e crianças bem pequenas

Olá professor (a)!

Já falamos diversas vezes sobre a importância da interação para o desenvolvimento dos bebês e crianças bem pequenas. Seja por meio de músicas, histórias ou brincadeiras, além é claro de muito carinho, e interagir com o pequeno colabora para que ele se desenvolva de forma mais plena e saudável, além de fortalecer o vínculo de afeto entre vocês.

Cabe a creche enriquecer a experiência lúdica da criança. Para isso, é necessário primeiramente observar o sujeito em ação para tentar conhecer essa realidade: como ele usa os espaços, como interage, como se utiliza dos brinquedos e como aprende. É necessário atentar também para os espaços que são disponibilizados para a brincadeira: o ambiente deve estimular a criatividade, a imaginação, a autonomia e a espontaneidade, mas ao mesmo tempo, deve ser seguro.

Que tal uma brincadeira divertida?

Vamos remar!

Sente-se com as pernas esticadas ou cruzadas e coloque seu bebê/criança sentado de frente para você ou sobre suas pernas. A criança deve posicionar-se entre suas pernas. Com os maiores, pernas esticadas e um pouco entreabertas.

Pegue as mãos do bebê/criança e faça movimento para frente e para trás. Primeiro você se impulsiona para trás e, com isso, fazemos com que o corpo da criança vá para frente. E depois convide o bebê/criança para que caia para trás e você se deixa ir para frente.

Pode seguir a brincadeira, com uma música ritmando o movimento, por exemplo, cante uma música de marinheiro, veja um exemplo, clique aqui  WhatsApp Audio 2021-03-25 at 14.13.27 (1)  para ouvir!

Ô marinheiro, marinheiro, marinheiro só,

  ô quem te ensinou a nadar,

marinheiro só,

ou foi o tombo do navio, marinheiro só,

oi foi o balanço do mar,

marinheiro só.

A brincadeira pode ter variações, não só de ritmos, mas também a posição das pernas. Com as crianças maiores os movimentos podem ser ampliados e elas realizarão a atividade com maior autonomia; indo para frente e para trás, apoiando-se com as mãos nas de seu par.

Essa brincadeira pode ser bastante divertida!

E aí, professor, o que achou dessa nossa sugestão?

E você, como trabalha essa brincadeira com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Se desejar falar conosco, envie e-mail para: edinfantil@aprendebrasil.com
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Deixe o seu comentário!