Últimas Publicações:

26/04/2022 - Ciências, Geografia

Que tal celebrar a i...

No ano de 2015 foram assumidos pelos países membros das Nações Unidas, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), metas que devem ser atingidas até 2030 coletivamente buscando a melhoria em nossa relação c...

26/04/2022 - Ciências, Geografia

Que tal celebrar a importância da Ciência Básica para o Desenvolvimento Sustentável?

No ano de 2015 foram assumidos pelos países membros das Nações Unidas, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), metas que devem ser atingidas até 2030 coletivamente buscando a melhoria em nossa relação com o ambiente, todos estes objetivos dependem de ações da Ciência Básica.    

Em tempos de Pandemia (ela ainda está entre nós), grandes descobertas científicas, negacionismo, fake news e muitas dúvidas sobre a função da Ciência na atualidade, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou uma resolução que propõe 2022 como sendo o Ano Internacional das Ciências Básica para o Desenvolvimento Sustentável (IYBSSD2022).
As Ciências Básicas nos trazem as contribuições essenciais para o enfrentamento das ambiciosas metas propostas para a agenda 2030, sobretudo em relação ao impacto que 8 bilhões de seres humanos exercem sobre o planeta e os desafios ligados a produção de alimentos, disponibilidade de água e energia para todos(as), além do acesso ao saneamento básico, tecnologia e comunicações. São as Ciências Básicas que fomentam a curiosidade, formam novos pesquisadores e alimentam estudos capazes de contribuir para a redução de impactos ambientais, diminuição do aquecimento global e combate a extinção das espécies. O período aqui proposto pela ONU, inicia em 2022 e segue até 2023 com objetivos e temas definidos, tais como: Participação inclusiva da Ciência, fortalecimento da educação científica, financiamento da Ciência Básica, fortalecimento e maior visibilidade das mulheres na Ciência entre outros … Ficou curioso(a)? Acesse os links abaixo e confira as informações direto das fontes, em breve voltaremos aa este tema por aqui! Até mais!

https://www.iybssd2022.org/fr/accueil/

https://odsbrasil.gov.br/

 

Deixe o seu comentário!

18/04/2022 - Ciências, Geografia, História

Povos originários e...

    Olá professores! Olá professoras!     Que tal uma proposta interdisciplinar entre História, Geografia e Ciências para abordar a temática indígena, conforme orienta a A Lei 11.645/2008 é ...

18/04/2022 - Ciências, Geografia, História

Povos originários e a Proteção da Amazônia

 

 

Olá professores! Olá professoras!

 

 

Que tal uma proposta interdisciplinar entre História, Geografia e Ciências para abordar a temática indígena, conforme orienta a A Lei 11.645/2008 é a que altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”.

 

Para ajudar professores e alunos, no inicio do ano letivo de 2022, o Greenpeace lançou um conjunto com 25 atividades pedagógicas, baseadas nos vídeos da Amazônia Explicada.

 

Os materiais propõem abordagens criativas sobre a Amazônia para a sala de aula, considerando as competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a partir de conceitos básicos de disciplinas escolares, como a biologia, geografia, história e matemática. Assim, cada professor pode escolher a melhor forma de utiliza-las, seja presencialmente ou no ambiente online¹.

 

Veja o vídeo introdutório do Projeto abaixo:

 

 

O vídeo está disponível no Instagram @greepeacebrasil. Para assistir basta clicar aqui.

 

Você pode fazer o download do vídeo e das atividades pelo link “Baixe as atividades e vídeos da Amazônia Explicada aqui”.

 

Aqui no Blog da Assessoria compartilhamos o ano todo atividades e propostas de sequencias didáticas para abordar a temática, visando desconstruir a abordagem exclusiva no dia 19 de abril, como uma data comemorativa (afinal, você já sabe que a origem vem da luta por direitos e não para comemoração).

 

Veja alguns exemplos destes posts abaixo:

 

Como é o seu trabalho em sala de aula com essa temática? Compartilhe suas experiências conosco.

 

 

Equipe Assessoria de História e Ensino Religioso

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

 


Referências:
¹ Rosana Villar. Projeto de educação ambiental do Greenpeace leva a floresta para a sala de aula. 31 de janeiro de 2022. Disponível em: <Projeto de educação ambiental do Greenpeace leva a floresta para a sala de aula – Greenpeace Brasil>. Acesso em: abr 2022.

Deixe o seu comentário!

06/04/2022 - Ciências, Geografia

Criatividade em paut...

Olá professora! Olá professor! Como anda sua criatividade? Você tem conseguido inovar em suas aulas de Geografia? Os alunos se sentem interessados e/ ou motivados em suas aulas? Essas e outras perguntas são important...

06/04/2022 - Ciências, Geografia

Criatividade em pauta

Olá professora! Olá professor!

Como anda sua criatividade? Você tem conseguido inovar em suas aulas de Geografia? Os alunos se sentem interessados e/ ou motivados em suas aulas? Essas e outras perguntas são importantes termômetros sobre o nosso trabalho como educador, pois, infelizmente, a escola nem sempre consegue acompanhar a velocidade das mudanças na sociedade como um todo.  Com certeza você já deve ter ouvido alunos, pais, amigos comentarem que as aulas de Geografia são maçantes e que não tem relação com a realidade.

Observe que este é o pior equívoco, pois o componente curricular pode não agradar a todos, mas afirmar que está distante da realidade, é algo que não podemos aceitar. Por isso, a necessidade de buscar questionamentos que insiram o aluno, o conteúdo e a realidade, em um mesmo “pacote”. Por exemplo, no 6o ano/3o volume, poderia iniciar o capítulo sobre Clima, questionando os alunos se há uma relação entre condições atmosféricas e voos de balões, asa-deltas, aeronaves.

Ainda, sobre  clima que é um assunto recorrente em todo o Ensino Fundamental, é possível falar sobre a relação entre desastres naturais como enchentes e furacões e a propagação de vetores como parasitas, vírus e bactérias, e, a estiagem, atrelada à desnutrição. Com isso, não só estamos trazendo a realidade para as aulas, como estamos vinculando a Geografia a outros componentes curriculares, como Ciências.

Gostou do artigo? Como você tem instigado a curiosidade geográfica em seus alunos? Compartilhe conosco
Equipe Assessoria de Geografia
Sempre que precisar entre em contato:  geografia@aprendebrasil.com.br
 Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

Referências:
Fonte imagem: https://pixabay.com/pt/photos/mapa-mundial-pessoas-figuras-6189261/ Acesso em o6 abr. 2022

 

 

Deixe o seu comentário!

22/03/2022 - Ciências, Geografia

A guerra na Ucrânia...

Olá professor! Olá professora! Você já se deu conta de que a guerra na Ucrânia, revelou uma preocupação comum a todo o mundo no que diz respeito as fontes de energia? Não que essa inquietação não existisse, ma...

22/03/2022 - Ciências, Geografia

A guerra na Ucrânia e as fontes de energia na Europa e no mundo

Olá professor! Olá professora!

Você já se deu conta de que a guerra na Ucrânia, revelou uma preocupação comum a todo o mundo no que diz respeito as fontes de energia? Não que essa inquietação não existisse, mas com a guerra, ficou ainda mais evidente a fragilidade diante da dependência energética.

Fontes de energia é um assunto que perpassa pela Geografia ao longo do Ensino Fundamental, sobretudo nos Anos Finais, por isso, vale a reflexão de como abordá-lo com nossos educandos.

Um possível viés, seria por meio da análise das fontes de energia alternativas e renováveis, também chamadas limpas, pois a União Européia tem investido consideravelmente nestas fontes, com destaque para a eólica e a solar. Outra ideia seria propor a produção de maquetes de geradores de energia renováveis e não renováveis. Cada equipe ficaria responsável pela produção de uma fonte diferente: hidrelétrica, eólica, solar, nuclear, fóssil, biomassa, das marés. Ao final, cada grupo apresentaria a sua maquete e ao mesmo tempo traria as vantagens e desvantagens de cada uma delas. Para concluir este assunto, você poderia propor um debate sobre a dificuldade que a humanidade ainda enfrenta para conseguir substituir as fontes energéticas convencionais, e, portanto não renováveis. Essas sugestões podem ser acompanhadas de um trabalho interdisciplinar, tendo Ciências, Arte e Matemática interagindo com Geografia e quem sabe, transformando-se em um grande projeto com toda a escola envolvida.

A Rússia que iniciou essa guerra é uma das maiores produtoras de petróleo do mundo, juntamente com os Estados Unidos e a Arábia Saudita. Ao atacar a Ucrânia, Vladimir Putin mostrou que não apenas a Europa, mas todo o mundo ainda permanece muito dependente das fontes de energia não renováveis. Além disso, desde o início desse conflito, o petróleo e o gás natural têm sofrido sucessivos aumentos no mercado de commodities. O que tem pressionado os preços de toda a cadeia produtiva em todo o mundo.

Vale lembrar que ser um dos maiores produtores de petróleo do mundo, não tem relação com possuir as maiores reservas, pois estas ainda se encontram no Oriente Médio e Venezuela.

Apesar de todo investimento em energia limpa, é importante salientar que as fontes alternativas dependem de condições naturais como chuvas, ventos, radiação solar que nem sempre suprem o mínimo necessário para a geração de energia (problemas como mudanças atmosféricas, invernos rigorosos, longos períodos de estiagem) têm provocado menor produção de energia limpa e portanto, maior dependência do petróleo e gás natural.

Para finalizar, pensando em promover educandos mais críticos e participativos na vida cotidiana, você poderia propor que cada equipe buscasse uma solução viável para a diminuição da dependência dos minerais fósseis.

Gostou do artigo? Já desenvolveu algum trabalho dentro desta temática com seus alunos? Compartilhe conosco

Equipe Assessoria de Geografia

Sempre que precisar entre em contato conosco:  geografia@aprendebrasil.com.br
 Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

Referências:
Fontes de energia: https://www.epe.gov.br/pt/abcdenergia/fontes-de-energia Acesso em 24 mar. 2022
Fonte imagem: https://pixabay.com/pt/photos/usina-nuclear-3545244/ Acesso em 24 mar. 2022

 

Deixe o seu comentário!

26/11/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática

Música na aula de Arte e em casa de uma forma divertida e tecnológica

Olá professora, olá professor! ♥
Que bom tê-los conosco mais uma vez!

Desde os PCNs de 1997, promover o desenvolvimento dos estudantes por meio das linguagens é uma das metodologias que devem nortear o ensino da Arte. Dessa forma, como podemos trabalhar a linguagem da música de uma forma interativa e promovendo a experiência?

Nós temos uma sugestão! O “Eu Sou DJ” é mais um jogo gratuito, desenvolvido pelo Aprende Brasil.

Por meio do jogo, as crianças estimulam a criatividade e o conhecimento, explorando sons, criando músicas e aprendendo sobre os diversos campos artísticos de uma forma divertida!

Jogue agora: https://digital.aprendebrasil.com.br/SEQ/MARKETING/Eu_sou_DJ/

 

Tanto professores quanto a família podem participar desses momentos de diversão e criatividade!

Quando jogar com seus filhos ou alunos, registre esse momento e marque o Aprende Brasil nas redes sociais para conhecermos suas criações musicais.

 

Gostou? Ficou com dúvidas ou tem sugestões?

Deixe aqui nos comentários!!!

ATÉ A PRÓXIMA, TCHAU! =)

Rafael Pawlina

Assessor de Arte

 

Sempre que precisar entre em contato conosco: arte@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!

26/11/2021 - Arte, Ciências, Educação Física, Educação Infantil, Ensino Religioso, Geografia, História, Informática Educativa, Língua Portuguesa, Matemática

PRORROGAÇÃO EDITAL DE CHAMADA: E-BOOK “REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

 

Olá Professores e Professoras

 

 

Sabemos que o final do ano é sempre muito sobrecarregado e é difícil participar de qualquer trabalho extraclasse. Mas, queremos muito a sua contribuição para nosso e-book Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma Educação antirracista.

Afinal, nosso objetivo principal é compartilhar com professores de todo o Brasil práticas reais, que realmente já foram aplicadas nas mais várias diversas áreas do conhecimento e etapas de ensino.

Você ainda não conhece o Projeto Reflexões sobre práticas pedagógicas: caminhos para uma Educação antirracista? Você não pode perder! Veja esse post no Blog das Assessorias que explicamos tudo pra você.

Mas, resumindo, o evento desenvolveu uma série de encontros online (todas as lives estão gravadas, veja clicando aqui) que trouxeram reflexões sobre temas relacionados à implementação da Lei n° 10.639/2003 com a intencionalidade de promover mudanças no fazer pedagógico e orientar professores, coordenadores e gestores, que ainda se sentem desamparados sobre orientações práticas, ou seja, como planejar e abordar tais temas em sala de aula.

A lives são a primeira etapa do projeto. Mas, queremos mais! Com o objetivo de conhecer e socializar práticas educacionais que promovam a implementação da Lei nas diferentes áreas do conhecimento e etapas de ensino, o Sistema de Ensino Aprende Brasil convida profissionais da educação de municípios conveniados, para fazer parte da construção de um e-book.

Para isso tornamos público a chamada para submissões de relatos de experiência para composição dos capítulos do e-book. Saiba como participar:

 

 

ACESSE O EDITAL DE CHAMADA: E-BOOK “REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA

 

 

Calma, que as notícias boas ainda não acabaram! Pois, prorrogamos os prazos de envio dos trabalhos:

 

 

Resultados da avaliação e publicação dos trabalhos no e-book:

Divulgação da chamada: 12 de julho de 2021.

Envio dos trabalhos: 12 de julho até 05 de dezembro de 2021 NOVA DATA 20 DE FEVEREIRO DE 2022.

Divulgação dos aprovados total e parcial (com necessidade de ajustes): janeiro de 2022. NOVA DATA MARÇO DE 2022.

Publicação: 1° semestre de 2022 NOVA DATA 2º. SEMESTRE DE 2022.

As avaliações serão realizadas separadamente pelos membros do comitê de avaliação.

 

 

Informações Gerais:

Quem pode participar? Professores e gestores de todas as etapas de ensino, dos municípios que utilizam o Sistema de Ensino Aprende Brasil.

De que forma? Enviando um relato de experiência sobre a aplicação de temas relacionados à Lei n° 10.639/2003 na sua escola. Cada relato de experiência comporá um capítulo do e-book.

Para qual endereço de e-mail? historia@aprendebrasil.com.br e edfisica@aprendebrasil.com.br

A meta é selecionar entre 10 e 20 relatos de experiência que estejam de acordo com a temática do dossiê e que cumpram as normas para a submissão. Participe e compartilhe, escreva individualmente ou em grupo!

 

Quaisquer outras situações serão avaliadas pelo Comitê de Avaliação e Organização.

Contato: historia@aprendebrasil.com.br e edfisica@aprendebrasil.com.br

 

Equipe Assessoria de Áreas
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

 

Deixe o seu comentário!