Últimas Publicações:

16/07/2020 - História

Jogo Rapsódias

Olá Professores   Hoje é dia de compartilhar mais uma gamificação desenvolvida para o ensino de História. O jogo Rapsódias foi desenvolvido pelo grupo JOGARTA*. O jogo Rapsódias RPG: Um Jogo Sobre Mitos, ...

16/07/2020 - História

Jogo Rapsódias

Olá Professores

 

Hoje é dia de compartilhar mais uma gamificação desenvolvida para o ensino de História.

O jogo Rapsódias foi desenvolvido pelo grupo JOGARTA*.

O jogo Rapsódias RPG: Um Jogo Sobre Mitos, Memórias e Contação de Histórias foi idealizado para ser trabalhado em sala de aula, com o docente na função de mestre do jogo e os estudantes sendo os jogadores. O jogo se passa no mundo grego antigo.

 

Capa do Manual do Jogo Rapsodias, acesse o pdf clicando aqui.

 

A proposta é interdisciplinar e envolve História, Filosofia, Geografia e Literatura.

 

*JOGARTA é uma associação cuja proposta central é levar atividades envolvendo Jogos como RPGs, Larps, Jogos Narrativos, Jogos de Tabuleiro Modernos, Jogos de Miniaturas, Jogos de Cartas, dentre outros, para o público em geral e, especialmente, aos jovens em fase escolar.

Deixe o seu comentário!

17/06/2020 - Ensino Religioso, História

Rios e Civilizaçõe...

Olá Professores e professoras,   Ao trabalharmos As sociedades do Crescente Fértil com os alunos do Ensino Fundamental, que tal estabelecermos uma relação entre os significados atribuídos aos rios nas antigas c...

17/06/2020 - Ensino Religioso, História

Rios e Civilizações: relações sociais e religiosas em sala de aula

Olá Professores e professoras,

 

Ao trabalharmos As sociedades do Crescente Fértil com os alunos do Ensino Fundamental, que tal estabelecermos uma relação entre os significados atribuídos aos rios nas antigas civilizações e na atualidade?

Os livros didáticos do 5º. e 6º. Ano, Volume 1, indicam como os rios foram fundamentais para a formação das primeiras civilizações. Os agrupamentos que se fixaram às margens dos rios foram os que mais se desenvolveram. Em torno dos rios a agricultura desenvolveu-se, concentrando o crescimento das populações. Nas palavras de Heródoto, podemos observar a importância do Nilo para a civilização egípcia, que associava o rio até mesmo às divindades.

 

“Ele traz as provisões deliciosas, cria todas as coisas boas, é o senhor das nutrições agradáveis e escolhidas. Ele produz a forragem para os animais, provê os sacrifícios para todos os deuses” (Heródoto).

 

Para ampliar os recursos didáticos, indicamos um vídeo elaborados pela professora Priscila Grahl, veja:

 

Vídeo As Cheias do Rio Nilo, para acessar basta clicar aqui.

 

Vale destacar, também, duas imagens, são elas:

 

Imagem 1: Uma vinheta do Livro dos Mortos de Nakhte, um escriba importante. O homem morto e sua esposa estão diante de Osíris no jardim de sua casa. A casa é construída sobre uma plataforma de proteção contra umidade e acima do nível da inundação. A piscina do jardim é cercada por árvores e palmeiras de data. Egito , Antigo Egípcio. 18a dinastia por volta de 1550-1295 a.C.

Uma vinheta do Livro dos Mortos de Nakhte, um escriba importante. Fotografia. Britannica ImageQuest, Encyclopædia Britannica, 2 Mar 2017. quest.eb.com/search/185_931341/1/185_931341/cite. Acessado em 9 Jun 2020.

 

Imagem 2: Rio Nilo, Luxor, Egito, como visto da Estação Espacial Internacional (ISS). O norte é para o canto inferior esquerdo. Os campos agrícolas (verdes) são sustentados pelas águas do Nilo (azul escuro) à medida que flui da direita para a esquerda através do deserto (marrom). Este trecho do rio tem vários quilômetros de extensão, e passa pela cidade de Luxor (cinza, centro-esquerda) e suas ruínas egípcias antigas, uma das principais atrações turísticas do Egito. O Aeroporto Internacional de Luxor (à esquerda superior, à beira do deserto), e o Vale dos Reis (centro inferior) também são vistos. A ISS orbita cerca de 380 km acima da Terra. Fotografado em 2007, durante a Expedição 15 para a ISS.

Rio Nilo, Luxor, Egito. Fotografia. Britannica ImageQuest, Encyclopædia Britannica, 25 Mai 2016. quest.eb.com/search/132_1235366/1/132_1235366/cite. Acessado em 9 Jun 2020.

 

1 Com base nesses apontamentos, quais mudanças e permanências poderíamos observar nas representações sobre o Nilo no passado e no presente?

2 Qual lugar os rios ocupam na economia e na organização das cidades atuais?

3 Como as pessoas se relacionam com eles?

4 Rios e outros elementos da natureza estão associados as religiões de hoje?

 

Desejamos bons debates e estudos com os alunos!

 

O que achou da proposta? Compartilhe conosco nos comentários.

 

Equipe Assessoria de História

 

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram: @aprendebrasil / Youtube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!

  • Gostei muito !O estudo dos rios mexe c o imaginário. Propicia conhecer lendas , crenças e valores da humanidade .Podemos pesquisar fontes históricas e reconhecer mudanças e permanências através dessa proposta de ensino.

  • Gostei muito da proposta. As mudanças e permanências são sempre ótimas opções de pesquisa .Os rios trazem consigo muitos ensinamentos e histórias q refletem diretamente na cultura , religião, crenças e comportamentos .Levar cada vez mais nossos alunos a pesquisarem e conhecerem rios lendas e ensinamentos q estuda -los nos traz .

  • i muito válida a proposta apresentada .Atraves de atividades como essa , podemos propiciar aos alunos várias aprendizagens .Fazer comparações entre o “ontem e o “hoje, levantar hipóteses, perceber as mudanças acontecidas na humanidade através de documentos históricos, estimular o atitude de pesquisa e perceber como a história se transforma através dos tempos .Pretendo ler e saber mais de propostas de atividades como essa .

  • Achei muito válida a proposta apresentada .Atraves de atividades como essa , podemos propiciar aos alunos várias aprendizagens .Fazer comparações entre o “ontem e o “hoje, levantar hipóteses, perceber as mudanças acontecidas na humanidade através de documentos históricos, estimular o atitude de pesquisa e perceber como a história se transforma através dos tempos .Pretendo ler e saber mais de propostas de atividades como essa .

  • Gostei muito da proposta. Atividades como essa propiciam aos alunos fazer comparações e levantar hipóteses sobre o “ontem e o “hoje

  • [* O plugin Shield marcou este comentário como “Trash”. Motivo: Teste Bot Falhado (caixa de seleção) *]
    matéria que faz sonhar com um mundo antigo cheio de mistério e valores para nossa cultura

    • Augustina
      É verdade. Estimula o imaginário, elemento muito importante para aprender e estudar ciências humanas.

  • Essa parte da história é muito fantástica e cheia de mistérios. E essa proposta é maravilhosa para despertar o interesse dos educandos e consolidar o conhecimento sobre a História Antiga.

    • Olá Jádna
      Isso mesmo, estimular o interesse e a curiosidade das nossas crianças é imprescindível!

09/06/2020 - História

Interpretando Docume...

Olá Professoras e Professores   Hoje queremos compartilhar uma dica de fonte histórica para usarmos em sala de aula, especificamente para professores do Ensino Fundamental Anos Finais. Como todo professor de hist...

09/06/2020 - História

Interpretando Documentos: Povos Bárbaros

Olá Professoras e Professores

 

Hoje queremos compartilhar uma dica de fonte histórica para usarmos em sala de aula, especificamente para professores do Ensino Fundamental Anos Finais.

Como todo professor de história sabe as fontes são fundamentais para o desenvolvimento do conhecimento históricos. É por isso que no seu material didático existe a seção Interpretando Documentos.

Nessa seção, são contempladas atividades de interpretação de documentos, como imagens, mapas, fotografias, obras de arte, charges, histórias em quadrinhos, caricaturas, textos jornalísticos e literários, etc., além de outros documentos relacionados aos conteúdos estudados.

Livro de História, Volume 2, 6o. ano, página 30.

 

Pensando no conteúdo estudado no Livro de História, Volume 2, do 6º. ano compartilhamos a obra historiador romano Tácito, que viveu entre o primeiro e o segundo século.

 

Clique no ícone do PDF para acessar o documento:

 

 

Você pode compartilhar este documento com seus alunos e desenvolver as mais diversas atividades de interpretação.

Esse documento é uma dica do professor Rodrigo Pereira de Matos, da cidade de Torres-RS, ele compartilhou conosco essa fonte primária para o estudo dos povos bárbaros germânicos.

 

Você também quer compartilhar materiais e experiências conosco? Entre em contato.

 

Equipe Assessoria de História

 

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

Deixe o seu comentário!

29/06/2018 - História

Fenícios

Olá! História Antiga é sempre um assunto interessante e que desperta a atenção de muitas pessoas, não é mesmo? Hoje a sugestão é exatamente sobre História Antiga, mais especificamente a respeito dos fenícios. ...

29/06/2018 - História

Fenícios

Olá!

História Antiga é sempre um assunto interessante e que desperta a atenção de muitas pessoas, não é mesmo?

Hoje a sugestão é exatamente sobre História Antiga, mais especificamente a respeito dos fenícios.

O alfabeto fenício desenvolveu-se a partir do alfabeto proto-cananeu, durante o século XV a.C. Antes disso, os fenícios escreveram com um script cuneiforme. As primeiras inscrições conhecidas no alfabeto fenício vêm de Byblos e datam de 1000 a.C.. Fotografia. Britannica ImageQuest, Encyclopædia Britannica, 25 Mai 2016.
quest.eb.com/search/300_2289601/1/300_2289601/cite. Acessado em 23 Mar 2020.

Os fenícios

“constituíram uma civilização bastante diferente das outras já estudadas: não chegaram a formar um grande império, não tinham uma religião que promovesse sua unificação cultural, não construíram grandes templos que resistiram ao tempo e nem de grandes rios os fenícios se beneficiaram”. (NICOLAZZI Jr., 2015. v. 1, p. 58).

E a nossa proposta é a de trabalhar a história fenícia com o auxílio de recursos didáticos, como vídeos, a exemplo dos preparados pela professora e historiadora Priscila Grahl, em que o mundo fenício e o comércio são abordados.

Veja o vídeo da professora clicando aqui.

Agora é a vez de vocês!

Que tal produzirem vídeos sobre esse e outros assuntos? Façam e nos mandem, pois vocês poderão aparecer aqui no blog!

 

NICOLAZZI Jr, Norton Frehse. História: Ensino Médio. Curitiba: Positivo, 2015. v. 1, p. 58.

Deixe o seu comentário!

29/06/2018 - História

Os pântanos do Rio ...

Olá! Hoje trazemos uma sugestão de vídeo produzido pela professora Priscila Grahl, que diz respeito aos pântanos que se formavam nas margens do Rio Nilo. Com base no vídeo, é possível discutir sobre diversos eleme...

29/06/2018 - História

Os pântanos do Rio Nilo

Olá!

Hoje trazemos uma sugestão de vídeo produzido pela professora Priscila Grahl, que diz respeito aos pântanos que se formavam nas margens do Rio Nilo.

Com base no vídeo, é possível discutir sobre diversos elementos provenientes das águas do Nilo que eram utilizados pelos egípcios. Um deles, por exemplo, era a planta do Papiro que fornecia a matéria prima para a produção de papiros.

A produção do papiro envolvia uma sofisticada técnica de corte, processamento e secagem da planta, que crescia nos pântanos formados no entorno do rio.

Deixe o seu comentário!

29/06/2018 - História

Os egípcios e o lin...

As cheias do Rio Nilo propiciavam não só a fertilidade necessária para a produção de alimentos, mas também garantia outros produtos que historicamente ganharam importância para a sociedade egípcia. É o caso do l...

29/06/2018 - História

Os egípcios e o linho

As cheias do Rio Nilo propiciavam não só a fertilidade necessária para a produção de alimentos, mas também garantia outros produtos que historicamente ganharam importância para a sociedade egípcia.

É o caso do linho que crescia nas margens desse importante rio e permitia a fabricação de tecidos e outros tipos de fibra fundamentais para o povo dessa época.

É justamente a relação entre o Egito e o linho que a historiadora Priscila Grahl procurou abordar no vídeo: Os egípcios e o linho

Além de uma série de dados históricos relevantes o trabalho é ilustrado com riqueza e qualidade.

Deixe o seu comentário!