Últimas Publicações:

09/11/2020 - Geografia, História

A Geografia e a expa...

Olá professor! Olá professora! Você sabia que apesar da Pandemia e da necessidade de fechamento do comércio no Brasil e no mundo, o consumo permaneceu elevado? Isso se deve ao e-commerce, isto é, as compras online....

09/11/2020 - Geografia, História

A Geografia e a expansão do e-commerce

Olá professor! Olá professora!

Você sabia que apesar da Pandemia e da necessidade de fechamento do comércio no Brasil e no mundo, o consumo permaneceu elevado? Isso se deve ao e-commerce, isto é, as compras online. Como consequência, no Brasil houve um significativo crescimento deste setor, tanto em termos de faturamento quanto no volume de vendas.

De acordo com a Ebit|Nielsen, o faturamento e as vendas cresceram em torno de 45%. Esse crescimento mostra  o fortalecimento do que já era uma tendência, isto é, o comércio virtual.

Mas, o que isso tem a ver com a Geografia??

Por meio da análise do espaço, podemos verificar alguns fatores que contribuíram para essa ampliação, como:

  • o avanço nos sistemas de comunicação e transportes;
  • a ampliação do acesso da população a tecnologia que promove o estímulo ao comércio online;
  • a segurança nos sistemas de compras e aumento da confiança dos consumidores neste tipo de comércio.

Observa-se portanto que este componente curricular favorece a compreensão das mudanças que se processam na sociedade como um todo. Esta temática, pode ser empregada em vários momentos do ensino de Geografia e por meio dela, podemos também trabalhar com algumas habilidades da BNCC:

  • (EF02GE03) Comparar diferentes meios de transporte e de comunicação, indicando o seu papel na conexão entre lugares, e discutir os riscos para a vida e para o ambiente e seu uso responsável.
  • (EF04GE08) Descrever e discutir o processo de produção (transformação de matérias-primas), circulação e consumo de diferentes produtos.
  • (EF07GE06) Discutir em que medida a produção, a circulação e o consumo de mercadorias provocam impactos ambientais, assim como influem na distribuição de riquezas, em diferentes lugares.
  • (EF08GE09) Analisar os padrões econômicos mundiais de produção, distribuição e intercâmbio dos produtos agrícolas e industrializados, tendo como referência os Estados Unidos da América e os países denominados de Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O que achou deste post? Deixe seu comentário.

Equipe Assessoria de Geografia

Sempre que precisar entre em contato conosco: geografia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

Grande abraço e até o próximo post!

Equipe Assessoria de Geografia

Referências:
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso em:  25 Março de 2020.
PARIZ, Tiago e BICCA, Alexandra. Ebit|Nielsen: e-commerce no Brasil cresce 47% no primeiro trimestre, maior alta em 20 anos. Artigo disponível em <https://static.poder360.com.br/2020/08/EBIT-ecommerce-Brasil-1semestre2020.pdf> Acesso em 16 Out. 2020
Imagem Mediamodifier. Disponível em <https://pixabay.com/pt/photos/ecommerce-venda-on-line-2140603/> Acesso em 26 Out. 2020

Deixe o seu comentário!

13/10/2020 - Ciências

Cozinhando e aprende...

Olá professores, tudo bem? Neste período em que estamos aprendendo a ensinar remotamente, e nossos alunos em casa estudando com os pais ou sozinhos é ainda mais importante contextualizar o ensino, aproximar do dia a d...

13/10/2020 - Ciências

Cozinhando e aprendendo Ciências!

Olá professores, tudo bem?

Neste período em que estamos aprendendo a ensinar remotamente, e nossos alunos em casa estudando com os pais ou sozinhos é ainda mais importante contextualizar o ensino, aproximar do dia a dia do aluno os temas e conteúdos que fazem parte das Ciências da Natureza. Você sabia que grande parte do que se faz na cozinha, no preparo de alimentos, envolve Química?

No livro didático de Ciências do 4º ano, no volume 2, este tema já é trabalhado conforme o proposto pela BNCC buscando aproximar a Química do aluno já nos anos iniciais do ensino fundamental, oportunizando um aprendizado significativo e contextualizado. Em nosso canal de vídeo aulas os alunos podem conferir como a Química faz parte da cozinha e do nosso cotidiano.

Outra ferramenta interessante para trabalhar a Química na cozinha é o site do museu americano Exploratorium, localizado em São Francisco. Na seção hungry for science, algo como fome de Ciência em português, são apresentadas uma série de vídeos com experimentos e alimentos que podem servir de inspiração para suas aulas.

Saiba mais sobre o Exploratorium acessando aqui https://www.exploratorium.edu/video/collections/hungry-for-science

Conheça outros vídeos em nossa playlist no canal do Sistema de Ensino Aprende Brasil aqui https://www.youtube.com/c/SistemaAprendeBrasil/playlists

Um abraço! Até mais.

Deixe o seu comentário!

09/10/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante...

Olá, gente linda! Espero que todos estejam bem! O dia das crianças está se aproximando, não é mesmo? Quando falamos nessa data, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: diversão, outra coisa não poderia ser....

09/10/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante para crianças pequenas

Olá, gente linda!

Espero que todos estejam bem!

O dia das crianças está se aproximando, não é mesmo?

Quando falamos nessa data, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: diversão, outra coisa não poderia ser. E quem é que não gosta de diversão?

Dessa forma, como estamos em casa, com todos os cuidados necessários, sem podermos nos aglomerar nos parques, praças, clubes e shoppings que tal pensarmos em brincadeiras bacanas para realizarmos com as crianças em nossas casas, especialmente nessa data? E o melhor, confeccionando os brinquedos para as crianças utilizarem nas suas brincadeiras!

Seguem algumas dicas bem bacanas! Certamente as crianças irão adorar, se divertir e os adultos também!

1. Trenó de grama

Que tal uma brincadeira divertida no jardim da sua casa ou em outro espaço seguro?

Basta um pedaço de papelão do tamanho que as crianças possam sentar sobre ele e orientá-las a escorregarem pela grama, descendo com ele como se estivessem em um trenó!

Me diverti muito com essa brincadeira quando era criança. Meu pai sempre inventava brincadeiras engraçadas e legais com papelões.

É uma das brincadeiras mais antigas e bem bacanas que, até hoje, proporcionam um clima de diversão, alegria, de boas risadas e que certamente ficará na lembrança de todos.

2. Pegadas coloridas

Gente, essa brincadeira é sensacional! Pode ser realizada por crianças de qualquer idade (dos 2 aos 100 anos – rsrsrsrs)!

Para essa brincadeira você precisará de:

– Plástico bolha

– Tinta guache ( cores que preferir)

– Um pedaço de papel pardo, papelão, cartolina, papel cartão ou outro que    você possuir em casa, de no mínimo 1,5 m para que a criança possa se movimentar sobre ele.

– Fita crepe para prender o papel e o plástico bolha nos pés

– Pincel

Como preparar a brincadeira:

Forre a superfície que desejar com o papel, fixando-o com fita crepe nas laterais. Com a criança sentada no chão, envolva os pés dela e de quem estiver participando da brincadeira com o plástico bolha prendendo-o com fita crepe para não soltar, fazendo uma espécie de sapatinho. É importante deixar as bolhas do plástico voltadas para fora. Com o pincel pinte as solas dos sapatinhos feitos com plástico bolha com a cor que desejar. Depois, basta andar e carimbar os sapatinhos sobre o papel. O bacana dessa brincadeira é que além de divertida e envolvente, é possível perceber o som das bolinhas do plástico estourando ao pisar com mais força sobre o papel, além dos movimentos que são executados, das texturas e da diversão tomando conta da brincadeira.

Ah! Se preferir e, se for possível, você poderá substituir o papel por uma superfície que contenha um piso frio e orientar a criança a deixar as marcas dos seus pés no chão mesmo! Utilize tinta guache que é fácil de remover.

3. Corredor de raio laser

Imagine a criança acordar no dia das crianças e se deparar com uma surpresa diferente para esse dia!

Aliás, essa brincadeira é muito divertida a qualquer hora e pode ser realizada a qualquer dia, com sol ou com chuva.

Prepare-a antes da criança acordar. Corte tiras de papel crepom coloridas, em torno de 6 a 8 cm de largura e grude-as com fita crepe no corredor da sua casa por onde a criança tenha que passar ao acordar ou em outro corredor da sua residência. É como se fosse uma teia de aranha!

É uma brincadeira simples, mas as crianças podem se divertir muito, passando entre as fitas. O desafio é passar pelo corredor desviando dos “raios”!

Legal, não é?

4. Pega-pega pregador

Essa brincadeira permite a quantidade de pessoas que desejar e que estiver na sua casa nesse dia.

Quem não tem prendedores de roupas em casa, não é?

Para realizar essa brincadeira os únicos objetos necessários são prendedores que a mamãe utiliza para pendurar as roupas no varal.

Serão necessários três (3) pregadores de roupas para serem fixados na roupa e nas costas de cada participante.

Objetivo: as outras pessoas precisam pegar os pregadores e colocar na sua roupa, mas na parte da frente do corpo. Se um jogador não tiver nenhum pregador nas costas e tiver um (1) pregador na frente, ele poderá pegar o pregador que está na frente e colocar nas costas. Mas se não tiver nenhum pregador na frente nem nas costas, o participante deverá sair do jogo.

Há duas formas de ganhar o jogo: uma delas é se um dos participantes ficar com todos os pregadores e os demais sem nenhum. A segunda forma é, se o jogo parar, ganha quem estiver com o maior número de pregadores.

Bacana e simples, essa brincadeira diverte adultos e crianças! Vocês pais ou responsáveis que estão em casa com as crianças aproveitem essa brincadeira que permite desenvolver aspectos como a atenção, a agilidade, noções matemáticas e o movimento do corpo como um todo.

E aí? Gostaram das sugestões? Podem brincar no dia das crianças e em outros momentos também!

Deixe um comentário contando como foi confeccionar os brinquedos e como foi brincar com as crianças!

 

Forte abraço e feliz dia das crianças!

Equipe Assessoria Educação Infantil

Não hesitem, entrem sempre em contato conosco pelo e-mail edinfantil@aprendebrasil.com.br

Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

REFERÊNCIAS:

Brincadeiras adaptadas de :https://www.tempojunto.com/2018/10/05/10-brincadeiras-para-animar-o-dia-das-criancas/ Acesso em: 08/10/2020

www.pinterest.com.br Acesso em: 08/10/2020

Deixe o seu comentário!

09/10/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante...

Olá, gente linda! Espero que todos estejam bem! O dia das crianças está se aproximando, não é mesmo? Quando falamos nessa data, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: diversão, outra coisa não poderia ser....

09/10/2020 - Educação Infantil

Quarentena brincante para bebês e crianças bem pequenas

Olá, gente linda!

Espero que todos estejam bem!

O dia das crianças está se aproximando, não é mesmo?

Quando falamos nessa data, a imagem que nos vem à cabeça é sempre uma: diversão, outra coisa não poderia ser. E, quem é que não gosta de diversão?

Dessa forma, como estamos em casa, com todos os cuidados necessários, sem podermos nos aglomerar nos parques, praças, clubes e shoppings que tal pensarmos em brincadeiras bacanas para realizarmos com as crianças em nossas casas, especialmente nessa data? E, o melhor, confeccionando os brinquedos para as crianças utilizarem nas suas brincadeiras!

Seguem algumas dicas bem bacanas! Certamente as crianças irão adorar, se divertir e os adultos também!

1. Minhoca com rolos de papel higiênico, rolo de papel toalha ou rolo feito de papelão

É só cortar em pedacinhos arredondados e depois montar a sua cobrinha ou minhoca colando um no outro. Pode-se pintar os rolos utilizando tinta guache ou giz de cera. Faça os olhos e a boca como desejar. Você poderá colocar um barbante e deixar a criança puxar, movimentando a minhoca de brinquedo de um lado para o outro.

Obs.: se desejar os rolos podem ser substituídos por latinhas vazias de molho, milho, ervilha etc.

2. Móbile com copos descartáveis

Bastam 3 ou 4 copos descartáveis de papelão ou de plástico, uma argola ou bambolê ou um cabide para pendurar os copos.

Pintar os copos com tinta guache e decorá-los como preferir.

Amarrá-los com barbante ou fita e o móbile está pronto para a criança se divertir enquanto está deitada no berço, na cama, no carrinho ou sobre as almofadas no tapete da sala. Ah! Você poderá substituir os copos descartáveis por rolos de papel higiênico ou por latinhas vazias de molho, milho, ervilha, etc.

Use a sua criatividade para decorá-los como desejar.

3. Barquinho com palitos de picolé

Você precisará de:

17 palitos de picolé, cola e um pedaço de papel, plástico ou tecido colorido para fazer a vela. Para um barco maior, basta aumentar a quantidade de palitos.

Como fazer: pegue oito (8) palitos de picolé para fazer a base do barco, deixando-os um ao lado do outro. Em seguida, cole mais oito (8) palitos, um ao lado do outro sobre a base. Por último, cole a vela sobre o palito restante e fixe-o no centro do barco, entre dois palitos.

Se preferir, pode pintar os palitos com giz de cera ou tinta guache antes da colagem.

Seu barco está pronto. Brinque com a criança no momento do banho ou se possível, coloque um pouco d’água em uma bacia ou outro recipiente para a criança brincar e perceber os movimentos do barco sobre a água.

Atenção: muitas regiões estão sofrendo com a falta de chuva precisando economizar água, mas você poderá brincar com o barco em um outro momento.

Outra opção, é substituir os palitos de picolé por gravetos caídos das árvores para confeccionar o seu barco.

4. Lança discos

Esse lança discos também é super fácil para fazer em casa.

Você irá precisar de um (1) rolo de papel alumínio ou rolo de plástico filme para fazer a base. Fixe-o com fita crepe deixando-o em pé sobre um pedaço de papelão ou outro suporte.

Corte alguns discos de uma garrafa PET e encape-os com papel colorido (papel crepom, papel de seda ou outro papel de sua preferência ou até com retalhos de tecido).

Depois, é só dar para a criança lançar seus discos na base ou brincar de colocar e tirar. Tudo dependerá da sua capacidade e prontidão para isso. Se houver mais de uma criança, divida os discos com cores diferentes entre elas e deixe-as brincarem, criarem seu próprio jogo.

E aí? Gostaram das sugestões? Podem brincar no dia das crianças e em outros momentos também!

Deixe um comentário contando como foi confeccionar os brinquedos e como foi brincar com as crianças!

Forte abraço e feliz dia das crianças!

Equipe Assessoria Educação Infantil

Não hesitem, entrem sempre em contato conosco pelo e-mail edinfantil@aprendebrasil.com.br

Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

REFERÊNCIAS:

www.pinterest.com.br Acesso em: 06/10/2020

https://comofazeremcasa.net/15-lindos-brinquedos-reciclados-faceis-de-fazer/ Acesso em: 06/10/2020

 

 

Deixe o seu comentário!

27/09/2020 - Marketing

Conheça os avanços...

Entenda as transformações que a implementação do documento traz A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento normativo, desenvolvido para ser utilizado como referência na elaboração do currículo de tod...

27/09/2020 - Marketing

Conheça os avanços que a BNCC prevê para a educação

Entenda as transformações que a implementação do documento traz

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento normativo, desenvolvido para ser utilizado como referência na elaboração do currículo de todas as escolas que oferecem educação básica no país. Implementada em 2018, seu processo de adaptação tem previsão para acabar em 2020.

Sua escola já está pronta para essas mudanças? Separamos algumas transformações pautadas pelo documento e que prometem gerar impacto e novas perspectivas para a educação dos próximos anos.

Alunos

A BNCC tem como objetivo estruturar e potencializar as habilidades cognitivas, socioemocionais e culturais dos alunos. Zita Lago, professora e doutora em Educação, afirma que uma das principais preocupações da BNCC é “valorizar experiências adquiridas fora do ambiente escolar e utilizá-las como uma ferramenta de fortalecimento entre o ambiente escolar e a vida cotidiana dos alunos”.

Dessa forma, é possível gerar interesse e atenção na construção de conhecimento, já que a transmissão de conteúdo deixa de ser unilateral e passa a pautar a realidade do aluno. Assim, ele tende a se sentir mais preparado para transformar o ambiente em que vive e ocupar novos espaços dentro da sociedade.

Pais e responsáveis

O documento traz para pais e responsáveis mais clareza quanto ao ensino em sala de aula. Ele auxilia a avaliação do desenvolvimento de seus filhos em cada etapa de ensino e esclarece as diretrizes que a escola escolheu para a formação dos alunos.

A escolha da instituição de ensino para colocar crianças e adolescentes também é facilitada, pois, com a BNCC, é possível avaliar avanços e resultados obtidos em direção à mudança, alinhando expectativas com relação à formação do aluno.

Sociedade

Zita garante ainda que a BNCC fortalece as estruturas da educação básica, visto que incentiva a transformação de políticas, como a formação de professores, a atualização de materiais didáticos, o financiamento da educação e a mudança das avaliações escolares.

Todas essas ações trazem avanços para a educação, pois a Base Nacional Comum Curricular está alinhada aos conceitos pedagógicos mais modernos do mundo. O documento objetiva, dessa forma, criar novas perspectivas para os próximos anos.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira este episódio da nossa websérie sobre a BNCC com a Profª Drª Zita Lago.

Deixe o seu comentário!

24/09/2020 - Marketing

Como o Aprende Brasi...

Temos uma equipe específica para pensar como aplicar as normativas da Base Até 2020, todas as escolas brasileiras de educação básica devem atualizar seus currículos de acordo com o que estabelece a Base Nacional Co...

24/09/2020 - Marketing

Como o Aprende Brasil atualiza os materiais para a BNCC

Temos uma equipe específica para pensar como aplicar as normativas da Base

Até 2020, todas as escolas brasileiras de educação básica devem atualizar seus currículos de acordo com o que estabelece a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). É pensando em auxiliar os municípios parceiros nessa tarefa e contribuir para a qualidade da educação brasileira que o Sistema de Ensino Aprende Brasil oferece suporte às escolas, com orientações para a elaboração dos novos projetos pedagógicos, e está trabalhando na atualização do material didático a partir do que determina a Base.

“Temos uma equipe de pessoas trabalhando nisso há muito tempo estudando, aprimorando, analisando e verificando como dar concepção a essas normativas e contemplar as aprendizagens essenciais que a Base propõe”, explica a Profª Drª  Zita Lago. Dessa forma, conseguimos:

  • Oferecer materiais didáticos adequados às novas realidades que são trazidas para a prática pedagógica pela BNCC.
  • Desenvolver os componentes curriculares.
  • Trabalhar as metodologias ativas.
  • Orientar na elaboração dos projetos pedagógicos das escolas.
  • Exercitar a perspectiva interdisciplinar entre as diversas áreas do conhecimento.
  • Fornecer orientações para o desenvolvimento de projetos complementares.

Além disso, outro ponto importante para colocar em prática o que a BNCC determina é a formação contínua dos professores. Por isso, o Aprende Brasil oferece aos municípios parceiros cursos de capacitação e orientações sobre o uso dos materiais, da Educação Infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental.  “O objetivo maior é que as competências essenciais sejam contempladas e que se visualize uma prática pedagógica voltada ao que nós denominamos uma formação integral do nosso aluno”, esclarece Zita.

A formação integral é aquela que busca olhar o aluno na sua complementaridade, ou seja,  entende que a escola deve contribuir para o desenvolvimento de todas as suas dimensões: intelectual, física, emocional, social e cultural.

Quer saber mais sobre como o Aprende Brasil auxilia os municípios parceiros na implementação da BNCC? Confira a explicação completa da professora e doutora em Educação Zita Lago:

Deixe o seu comentário!