Últimas Publicações:

31/03/2021 - História

Descobrimento da Am...

    Palavras-chave: Hispanidade; Descobrimento da América; Identidade Cultural. Segmento/Público Alvo: 8º. ano   Olá! No dia 12 de outubro na Espanha comemora o dia da Hispanidade, comemoração da epo...

31/03/2021 - História

Descobrimento da América. Sim ou não?

 

 

Palavras-chave:

Hispanidade; Descobrimento da América; Identidade Cultural.

Segmento/Público Alvo:

8º. ano


 

Olá!

No dia 12 de outubro na Espanha comemora o dia da Hispanidade, comemoração da epopeia de Colombo no descobrimento da América. Uma reportagem do jornal espanhol El País aborda o tema e levanta a questão:

 

Como seria vista a data nas antigas colônias espanholas da América?

 

Jornalistas da Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos da América, México e Peru foram convidados a responderem a pergunta.

Notamos pelos depoimentos um microcosmo sobre o ensino de História nestes países, pois as abordagens se remetem ao ensino vivenciado pelos jornalistas e as abordagens atuais.

Estátua de Cristóvão Colombo. Fotografia. Britannica ImageQuest. Disponível em <quest.eb.com/search/139_1970931/1/139_1970931/cite>. Acessado em 23 Mar 2020.

 

Em todos os casos é possível verificar que a abordagem era marcadamente factual e laudatória a ação de Colombo, com encenação da viagem e da chegada (descobrimento) passando para uma abordagem que leva em consideração o impacto deste encontro de culturas pelo lado dos indígenas, além da ênfase na diversidade cultural existente no Continente.

Habilidades mobilizadas (BNCC):

(EF07HI08) Descrever as formas de organização das sociedades americanas no tempo da conquista com vistas à compreensão dos mecanismos de alianças, confrontos e resistências.
(EF07HI09) Analisar os diferentes impactos da conquista europeia da América para as populações ameríndias e identificar as formas de resistência.

 

Percebemos a presença do ensino voltado a noção de competências e a construção de habilidades, mais do que a memorização e a aquisição de conteúdos (não que estes não existam), traçando um paralelo com o ensino de História no Brasil

Veja a reportagem no link do jornal El País edição Brasil para a leitura.

 

Equipe Assessoria de História

Sempre que precisar entre em contato conosco: historia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: Instagram @aprendebrasil / YouTube: Sistema Aprende Brasil

Deixe o seu comentário!

30/03/2021 - Ciências

O que podemos aprend...

Olá pessoal, todos bem? Já se passou mais de um ano que convivemos com a pandemia e com o seu ator principal o Coronavírus. Ao longo desse tempo todos nós, especialmente os professores com formação na área de Ciê...

30/03/2021 - Ciências

O que podemos aprender com o Coronavírus?

Olá pessoal, todos bem?

Já se passou mais de um ano que convivemos com a pandemia e com o seu ator principal o Coronavírus. Ao longo desse tempo todos nós, especialmente os professores com formação na área de Ciências,  procuramos estudar e entender cada vez mais diversos assuntos voltados ao Sars-cov-2, desde as formas de contágio, prevenção, medidas de controle da pandemia entre outros outros temas, seja para poder responder as dúvidas dos nosso alunos ou até debater com outras pessoas conhecidas que nos perguntam sobre este momento delicado pelo qual passamos. Afinal existe uma guerra de informação e narrativas sobre o que se deve fazer neste momento, que em muitos casos passa bem longe da Ciência.  Mas será que todos nós como educadores sabemos responder com precisão científica as principais duvidas sobre o que leva a infecção pelo Coronavírus?

A informação correta é indispensável e se torna uma aliada importante para se entender os riscos da exposição ao vírus, sobretudo frente as principais formas de contágio e cuidados básicos para manutenção da saúde neste momento em que enfrentamos uma nova variante do vírus e iniciamos a vacinação de parte da população. A Ciência nos aponta os caminhos e as ferramentas para enfrentar este momento, a divulgação científica é importante para que as dúvidas sejam esclarecidas e novos protocolos de combate a doença estabelecidos, a informação correta leva sempre a construção do conhecimento. Pensando em contribuir para esta divulgação de boas práticas informativas que podem nos levar ao conhecimento, a rede médica D’Or formulou um joguinho com perguntas e respostas sobre as principais informações que temos a respeito da COVID-19. Bastante abrangente e com inegável respaldo científico o jogo intitulado FATO ou FAKE? permite explorar nossos conhecimentos básicos de Ciência e os recentes avanços obtidos ao longo deste um ano de pandemia, é uma oportunidade de verificar o que sabemos ou não sobre a doença e o seu causador.

Que tal exercitar um pouco da gamificação com seus alunos? Será que estamos atentos sobre como evitar a infecção ação pelo vírus? Acesse o jogo no link http://dorconsultoria.com.br/coronavirus/quiz/ e nos conte a sua experiência … Na minha primeira tentativa atingi 90% de acertos, e vocês como foram?  Contem para nós nos comentários o que acharam do jogo, suas experiências e outras possibilidades utilizadas para trabalhar com os fatos e os fakes ao longo deste ano, não se esqueçam de divulgar o link para os seus alunos.

Até mais!

Assessoria de Ciências da Natureza.

 

 

Deixe o seu comentário!

30/03/2021 - Geografia, História

A interrupção do t...

Olá professora! Olá professor! Neste post falaremos sobre o encalhamento do cargueiro Ever Given, que aconteceu no dia 23/03, no Canal de Suez, principal rota de comércio entre a Ásia e a Europa (passagem entre o Mar...

30/03/2021 - Geografia, História

A interrupção do tráfego no Canal de Suez: a Geografia na atualidade

Olá professora! Olá professor!

Neste post falaremos sobre o encalhamento do cargueiro Ever Given, que aconteceu no dia 23/03, no Canal de Suez, principal rota de comércio entre a Ásia e a Europa (passagem entre o Mar Vermelho e o Mar Mediterrâneo) que durou quase uma semana.

Mas, o que provocou essa situação?  Fortes rajadas de vento, associadas a uma tempestade de areia, fizeram com que o navio  encalhasse e ficasse atravessado no Canal, que é responsável por cerca de 10% do comércio marítimo global. Com o bloqueio, mais de 400 navios ficaram parados, aguardando a liberação da passagem. A demora no desbloqueio, causou grandes prejuízos para as cias marítimas de cargas de todo o mundo, e, sobretudo para o Egito e para a Companhia Evergreen Marine Corp, que é a responsável pelo cargueiro encalhado. Ambos, país e companhia, tiveram que arcar com as despesas do desencalhe e perdas das demais cias. Além disso, parte da receita do Egito advém da cobrança de taxas pela passagem pelo Canal.

Outro fato que chama a atenção, é a dependência de uma única rota marítima, pois um possível desvio  envolveria uma viagem de cerca de 9 mil quilômetros até o Cabo da Boa Esperança, contornando a África, o que acrescentaria 15 dias de navegação, provocando o aumento dos custos de frete e automaticamente das mercadorias transportadas.

Essa situação poderia ser explorada em diferentes momentos das aulas de Geografia, ao longo de todo o Ensino Fundamental, uma vez que envolve conteúdos como:

  • localização espacial;
  • cartografia;
  • redes de transporte e comunicação;
  • internacionalização e globalização;
  • setores da economia;
  • geopolítica mundial;
  • comércio marítimo, etc.

O que achou deste post? Deixe seu comentário.

Equipe Assessoria de Geografia

Sempre que precisar entre em contato conosco: geografia@aprendebrasil.com.br
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

Grande abraço e até o próximo post!

Equipe Assessoria de Geografia

Referências:
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/SEB, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso em:  25 março de 2020
ESPAÑOL, Marc. Encalhe do navio no Canal de Suez provoca prejuízos milionários e e queixas no Egito. Artigo disponível em <https://brasil.elpais.com/economia/2021-03-26/acoes-milionarias-e-queixas-no-egito-o-alto-custo-do-encalhe-do-navio-no-canal-de-suez.html>  Acesso em 26 mar.2021
Fonte imagem:  https://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2021-03/liberacao-de-porta-conteineres-libera-canal-do-sue Acesso em 29 mar.2021

Deixe o seu comentário!

30/03/2021 - Matemática

Sugestão de Ativida...

Olá, professores! Sejam bem-vindos a esta seção, onde você encontrará algumas sugestões de atividades para trabalhar com os estudantes do 9° Ano do Ensino Fundamental, explorando conceitos envolvendo os radicais. ...

30/03/2021 - Matemática

Sugestão de Atividades de Matemática

Olá, professores!

Sejam bem-vindos a esta seção, onde você encontrará algumas sugestões de atividades para trabalhar com os estudantes do 9° Ano do Ensino Fundamental, explorando conceitos envolvendo os radicais.

Fique ligado! Na próxima semana teremos mais publicações.

Até breve!

Sugestão de Atividade – Radicais

Deixe o seu comentário!

26/03/2021 - Educação Infantil

Baú de Ideias ̵...

Olá professor (a)! Aprender brincando e brincar aprendendo! As brincadeiras são peças fundamentais na Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento físic...

26/03/2021 - Educação Infantil

Baú de Ideias – Brincar com crianças pequenas

Olá professor (a)!

Aprender brincando e brincar aprendendo!

As brincadeiras são peças fundamentais na Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento físico, social, cultural, emocional, afetivo e cognitivo. O brincar e o jogar são momentos sagrados na vida de uma criança. É com essa prática que as crianças ampliam seus conhecimentos sobre si mesmas, os outros e o mundo ao seu redor, desenvolvem múltiplas linguagens, exploram e manipulam objetos, organizam seus pensamentos, descobrem regras e agem com as regras, assumem papel de líderes e interagem com outras crianças, preparando-se para um mundo socializado.

Por falar em brincar, que tal propor uma para as crianças?

Empresta-me sua casinha

Material: giz de quadro ou se a escola tiver, bambolês.

Desenvolvimento: trace com giz no chão pequenos círculos (um círculo a menos que  o número de participantes) e um círculo central ou distribua os bambolês da mesma forma.

Cada círculo será ocupado por uma criança, a que não tem casa diz:

– Empresta-me sua casinha?

As outras respondem:

– Pois não!

Nesse momento, todas deverão trocar de lugar, enquanto a criança no centro procurará ocupar um dos círculos vagos. Se conseguir, será substituída pela criança que ficar sem lugar. Caso contrário, voltará ao círculo central para recomeçar a brincadeira.

E aí, professor, o que achou dessa nossa sugestão?

E você, como trabalha essa brincadeira com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Se desejar falar conosco, envie e-mail para: edinfantil@aprendebrasil.com
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Deixe o seu comentário!

26/03/2021 - Educação Infantil

Bebês e Cia –...

Olá professor (a)! Já falamos diversas vezes sobre a importância da interação para o desenvolvimento dos bebês e crianças bem pequenas. Seja por meio de músicas, histórias ou brincadeiras, além é claro de muit...

26/03/2021 - Educação Infantil

Bebês e Cia – Brincar com bebês e crianças bem pequenas

Olá professor (a)!

Já falamos diversas vezes sobre a importância da interação para o desenvolvimento dos bebês e crianças bem pequenas. Seja por meio de músicas, histórias ou brincadeiras, além é claro de muito carinho, e interagir com o pequeno colabora para que ele se desenvolva de forma mais plena e saudável, além de fortalecer o vínculo de afeto entre vocês.

Cabe a creche enriquecer a experiência lúdica da criança. Para isso, é necessário primeiramente observar o sujeito em ação para tentar conhecer essa realidade: como ele usa os espaços, como interage, como se utiliza dos brinquedos e como aprende. É necessário atentar também para os espaços que são disponibilizados para a brincadeira: o ambiente deve estimular a criatividade, a imaginação, a autonomia e a espontaneidade, mas ao mesmo tempo, deve ser seguro.

Que tal uma brincadeira divertida?

Vamos remar!

Sente-se com as pernas esticadas ou cruzadas e coloque seu bebê/criança sentado de frente para você ou sobre suas pernas. A criança deve posicionar-se entre suas pernas. Com os maiores, pernas esticadas e um pouco entreabertas.

Pegue as mãos do bebê/criança e faça movimento para frente e para trás. Primeiro você se impulsiona para trás e, com isso, fazemos com que o corpo da criança vá para frente. E depois convide o bebê/criança para que caia para trás e você se deixa ir para frente.

Pode seguir a brincadeira, com uma música ritmando o movimento, por exemplo, cante uma música de marinheiro, veja um exemplo, clique aqui  WhatsApp Audio 2021-03-25 at 14.13.27 (1)  para ouvir!

Ô marinheiro, marinheiro, marinheiro só,

  ô quem te ensinou a nadar,

marinheiro só,

ou foi o tombo do navio, marinheiro só,

oi foi o balanço do mar,

marinheiro só.

A brincadeira pode ter variações, não só de ritmos, mas também a posição das pernas. Com as crianças maiores os movimentos podem ser ampliados e elas realizarão a atividade com maior autonomia; indo para frente e para trás, apoiando-se com as mãos nas de seu par.

Essa brincadeira pode ser bastante divertida!

E aí, professor, o que achou dessa nossa sugestão?

E você, como trabalha essa brincadeira com seus alunos? Comente e compartilhe com a gente.

Forte abraço e até o próximo post!
Equipe Assessoria Educação Infantil
Se desejar falar conosco, envie e-mail para: edinfantil@aprendebrasil.com
Siga nossas redes sociais: @aprendebrasil

 

Deixe o seu comentário!